Todos a Bordo – Diário de um Pandemônio (blog coletivo atualizado diariamente)

TODOS A BORDO (DIÁRIO DE UM PANDEMÔNIO) - Assustador. Ultrapassamos os 33.000 mortos. Mais de 1.300 vítimas da Covid-19 só nas últimas 24h. E um silêncio ensurdecedor dos cidadãos de bem em meio a corpos empilhados, a maioria pertencente a pardos, negros e pobres. Se não bastasse tamanha tragédia humana, uma total indiferença em relação ao racismo bárbaro representado pelas mortes cruéis e inadmissíveis do menino João Pedro e do americano George Floyd, ocorridas nas últimas semanas. (Trecho do texto "Quais os limites de nossas tragédias e indiferenças?", de Marco Merguizzo, do blog Aquele Sabor Que Me Emociona). Para ler o artigo na íntegra e o conteúdo renovado diariamente do canal, clique no título ou na imagem.

Post Destacado

Algo mais poderoso que a morte fermenta no silêncio e na tristeza

JOSÉ CARLOS FINEIS (Blog Conversa de Armazém ) - O ex-metalúrgico e sindicalista que se fez também professor de História era dessas pessoas inquietas, que você jamais encontraria enfiado em pijamas, olhando para um álbum de fotografias. Seu viver era um eterno criar e dar forma para coisas boas que não existiam até então, e que ele pôs para funcionar. Sorocaba e a região devem muito a ele.

Carlos Roberto de Gáspari

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Muitos são os homens que contribuem para a composição da narrativa histórica, mas raros são os que marcam a passagem por este mundo com o exemplo de quem faz a diferença nos rumos da história de uma geração. Carlos Roberto de Gáspari, o sindicalista falecido nesta quarta-feira (4), pertence à categoria dos brasileiros que fizeram a diferença nos momentos decisivos da história de Sorocaba e Região e se projetaram na galeria dos grandes sindicalistas brasileiros.

Sinônimo de inverno, a recém-colhida safra do pinhão faz salivar os fãs da semente da pinha na estação mais fria do ano e nos festejos juninos

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - “Pinhão quentinho! / Quentinho o pinhão! / E tu bem juntinho / Do meu coração”. Assim como os versos do poeta e escritor gaúcho Mario Quintana, o saboroso fruto da araucária, ao lado das baixas temperaturas nestes últimos dias, anteciparam a chegada do inverno na região e o gostinho das festas juninas, onde ele é um dos protagonistas à mesa. Com os termômetros flertando esta semana, entre os 12º C e 18ºC, é hora de colocar para cozinhar essa delícia típica da estação e desfrutá-la em várias receitas. Para ler este artigo e outras dicas do blog, clique no título ou na foto acima.

2020: o novo normal dos velhos horrores

LUIZ PIEROTTI - 2020 é indiscutivelmente um ano que ficará marcado na história. Um ano de isolamento, pandemia e de incontáveis mortes. O ponto zero do novo normal, porém, ornamentado de horrores e avanços nada novos. Quem poderia prever que ao longo de períodos onde a indicação universal, e racional, de ficar em casa para evitar um... Continuar Lendo →

Terror trash no Cinema Brasil

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Antigamente você entrava no cinema para assistir a um filme de terror com todos os seus sentidos preparados para o pânico calculado e tão esperado. Hoje você começa o dia e a sensação é de que o filme de terror já está em andamento, você perdeu o início e desta vez não está preparado para os sustos da exibição. Não há como deletar ou ignorar a projeção da obra trash e todo mundo está ligado nela com a mesma paúra de quem assiste ao último lançamento de “O massacre da serra elétrica”.

Não era só um rolinho de canela, era Cinnabon

LUCY ROCHA (Blog Plural) - Ao longo dos anos em que trabalhei para uma empresa na Pensilvânia, viajava pelo mundo e, por um bom tempo, o lugar mais familiar para mim eram os aeroportos. Desses anos, ficaram recordações indeléveis que, na minha memória, estão marcadas pelo cheiro inconfundível dos Cinnabon rolls que tomava conta dos aeroportos americanos, dos quais eu decolava rumo ao mundão e nos quais aterrissava nas minhas voltas à casa.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 42

FORA DA MARGEM - Clique acima na charge do cartunista Jota Camelo e dê uma espiadinha na seleção inédita e pra lá de divertida de charges, memes, frases e vídeos sobre os assuntos mais comentados e que foram destaque nesta semana na mídia e nas redes sociais. Boas risadas e e reflexões. E um ótimo final de semana.

Nesta quinta (28/5), dia mundial do hambúrguer, saiba quem criou e porque o maior ícone fast-food se gourmetizou e virou mania planetária

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Embora tenha virado sinônimo de comida norte-americana na cabeça de muita gente graças à globalização dos sanduíches padronizados feitos a jato pela rede do palhaço Ronald McDonald, a criação do hambúrguer, tão apreciado nos dias de hoje em todo lugar do planeta, é bem, bem antiga... Para ler este artigo na íntegra, clique no título ou na foto.

Rei Pelé: (quase) 80 anos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quarta feira, 19 de novembro de 1969. Eu estava prestes a completar 2 anos de idade. O Jornal Nacional noticiava a segunda viagem do homem à Lua. Mas nada superava a ansiedade em assistir o jogo pelo Roberto Gomes Pedrosa, o Brasileirão dos anos 60. De um lado do Maracanã, o Vasco da Gama. Doutro, o imortal Santos Futebol Clube. Em campo, o sobrenatural rei do futebol...

Jornada II: Cenotáfio

LUIZ PIEROTTI - Sophia cuida do marido enfermo ao logo de toda uma noite Entre a solidão a tristeza e o medo, algumas lembranças das teorias existenciais do homem voltam à tona, ajudando a esposa a superar a situação e colocando-se como um enorme cenotáfio da sua história. Um grande monumento póstumo destinado ao que... Continuar Lendo →

A invenção da Humanidade (conto)

JOSÉ CARLOS FINEIS (Blog Conversa de Armazém) - A menina tremeu quando seu pensamento avançou um pouco mais e abarcou a ideia, até então jamais pensada por alguém, de que podia romper com as regras da tribo. Seu coração pulsou forte quando constatou que podia, se quisesse, morrer com aquele homem -- o único, dentre todos, que a cobria de agrados, ora levando-lhe as frutas mais vistosas que conseguia encontrar, ora sorrindo para ela e abraçando-a, ora passando as mãos em seus cabelos.

Janela de outono

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Da janela olho para a avenida na madrugada fria. Passam uma moto, um automóvel, um homem a pé. Um ciclista empurra a bike no trecho de subida. Tudo parece tranquilo. Nenhuma ameaça à vista. E pensar que a grande ameaça não é visível. Recomendam ficar em casa. Outros dizem que é possível sair desde que se use máscara. Fico em dúvida se o vírus pode entrar pelos olhos. Fecho também a janela. Medo de o vírus entrar por uma fresta.

O barreado azedou

RUBENS NOGUEIRA (Blog Antes que me Esqueça) - Pode-se afirmar que Moro foi um algoz sem entranhas na perseguição ao líder operário. Moro passou anos negando qualquer regalia ao seu preso, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 41

FORA DA MARGEM - Clique no desenho do cartunista Lo Co e confira a seleção inédita e pra lá de divertida de charges, memes, frases e vídeos sobre os assuntos mais comentados e que foram destaque nesta semana na mídia e nas redes sociais. Boas risadas e ótimo final de semana.

‘Ainda bem’ que tem ‘tubaína’

LUCY ROCHA - Saúde, educação, saneamento básico, água potável, comida e moradia para todos. Na pauta da distorcida direita brasileira nada disso tem lugar por um motivo muito simples: essas pessoas não têm nenhum desses problemas. Para elas, essas questões são igual caviar: nunca vi, nem comi, eu só ouço falar.

Eu quero uma casa no campo. A filosofia de Epicuro

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quintus Horatius Flaccus, poeta romano dos fins da República e início do Império, tem duas palavras insertas num verso do seu “Carminum I, 11” muito conhecidas e decerto pouco entendidas. Dum loquimur fugerit invida aetas: carpe diem, quam minimum credula postero.

Nós, os tubaínas!

NILSON RIBEIRO (Blog Um anjo passou por aqui) - A esquerda sempre foi "tubaína". O idiota jamais entenderia. A tubaína foi criada no sec XIX no interior de São Paulo para rivalizar com os refrescos caros da elite. Custava menos da metade do preço. Por isso, sinônimo de produto popular. Resistiu bravamente à concorrência desigual. Muitas...

A precificação da vida humana

GERALDO BONADIO (Blog do Bonadio) - Em fevereiro, quando a epidemia do corona vírus ainda não se iniciara em nosso país, o presidente afirmou que pessoas portadoras de HIV, além de serem um problema sério para si mesmas, geram “uma despesa para todos no Brasil”.

Resposta ao tempo

NILSON RIBEIRO (Blog Um anjo passou por aqui) - Vídeo: Hoje, no nosso resgate à obra de Aldir Blanc, o poema "Resposta ao Tempo", que recebeu uma belíssima melodia de Cristóvão Bastos e fez muito sucesso na voz de Nana Caymi. A precisão dos versos, rimas internas e ritmo perfeito são novamente características frequentes nos escritos de Aldir. Desta vez, de forma arrebatadora, o poeta fala de seu diálogo com o tempo, que bate à porta da frente.

César Lemos: o mais provocador e carismático atacante e maluco da S.E.Palmeiras

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - O jornalista Roberto Silva da Rádio Bandeirantes não perdoou e revelou ao vivo que César Maluco passara mais uma noite na balada. O atacante do Palmeiras entre 1967 e 1974 ficou uma vara. "- O Roberto, por que fez isso?" "- Porque você estava na balada, César..." Para continuar lendo, clique no título ou na foto do jogador.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 40

FORA DA MARGEM - Em menos de 17 meses de governo, a troca de dois ministros da Saúde. E isto em meio a uma pandemia devastadora e sem paralelos, que já ceifou a vida de mais de 15.000 brasileiros. O segundo deles, o ex-médico e especialista em medicina privada, Nelson Teich, não durou sequer 30 dias. Sua chama se apagou de vez nesta sexta (15/5), como retratou de forma magistral o cartunista Renato Aroeira, na charge acima, culminando com a saída do agora ex-ministro. Confira mais esta edição inédita do Fora da Margem. Apesar dos tempos sombrios, boas risadas. E lembre-se: não fure a quarentena. #fiqueemcasa.

O pastor e suas ovelhas

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Era um lugar muito distante. A época não é identificada ao longo da história da civilização. No calor de uma guerra que matou milhares de soldados, um combatente perguntou ao comandante o que ele achava do número de mortes que já superava o de outras guerras.

Igbo Landing: Morte pela Liberdade

LUIZ PIEROTTI (Blog Máquina do Mundo) - Em 1803, a rebelião de homens cativos na escuna The Schoone York, no litoral da Georgia, se transformaria em um dos maiores atos de liberdade da América. O episódio conhecido como Igbo Landing (Terra Igbo), ocorrido há 217 anos, é um marco profunda na história do movimento afro-americano,... Continuar Lendo →

Resgate a Aldir Blanc

NILSON RIBEIRO (Blog Um anjo passou por aqui) - O escritor, letrista e poeta Aldir Blanc deixou uma obra de co-autoria de centenas de músicas com compositores brasileiros. Aqui, faremos um resgate dessas obras, com leituras de algumas de suas letras. Uma homenagem a esse artista insubstituível da trajetória cultural brasileira.

Jornada I: William Burroughs

LUIZ PIEROTTI (Blog Máquina do Mundo)- Entre 1348 e 1353, o escritor italiano Giovanni Boccaccio escrevia sua maior obra, o Decameron (do grego “deca hemeron”, ou seja “dez jornadas”), uma coletânea de cem novelas narradas por um grupo de jovens que se abrigavam em uma montanha da Florença, fugindo da peste negra. Suas histórias orbitam o amor, o erótico, o sagaz, o moral e...

É cada um por si na Cultura? Não.

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) - A  entrevista da Secretaria Especial da Cultura Regina Duarte à CNN foi para a maioria do artistas algo terrível de se ver e ouvir. Primeiro porque ela  tinha nada a dizer para os artistas. Na sua cola ( que passou o tempo todo amassando ou enrolando) não havia nada... Continuar Lendo →

Fora da Margem, Ano 2, Edição 39

FORA DA MARGEM - Mais uma semana de balbúrdias palacianas, com reiteradas agressões às liberdades, instituições e à democracia. Como o ataque surreal de militantes bolsonaristas às enfermeiras no DF, o "cala boca" aos jornalistas e a diatribes da secretária de Cultura, a ex-atriz Regina Duarte, louvando as atrocidades dos tempos de ditadura. Sem contar a triste marca de mais de 10.000 brasileiros mortos pela Covid-10. Hora, portanto, de dar um tempo nas preocupações e conferir mais esta edição do Fora da Margem. Um final de semana de saúde e muita paz. E um feliz dia das mães.

Os hóspedes e o vírus (Última parte)

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - A jornalista que liderava o comando de sobrevivência dos hóspedes era a brasileira Júlia Medrado. Pela primeira vez na vida ela sentia o medo numa dimensão muito além do limite tolerável. “Quanta fragilidade”, ela pensou, ao levar em conta o contraste entre a capacidade do homem de construir a maior máquina de guerra da história e todo esse poder não ser suficiente para o combate ao inimigo invisível.

O Futebol Total holandês: como a Laranja Mecânica revolucionou o esporte nos anos 70

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Dirceu parecia Gulliver na Terra de Brobdingnag. A personagem de Jonathan Swift deixara Lilliput onde era um gigante em meio à monarquia e agora via-se frente a homens 11 vezes maiores. O ponta falso Dirceu vestia a mística camisa da Seleção Brasileira, terra do sobrenatural Pelé e que havia ganhado 3 das últimas 4 copas. Atordoado em toda a partida, o Brasil desceu o sarrafo na Holanda...

Os hóspedes e o vírus (Parte IV)

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - O amanhã veio com mais problemas para os hóspedes do hotel durante a pandemia. De repente, um novo grupo de vinte pessoas se reuniu em frente à entrada do prédio. Vinham de outra parte da cidade e pediam abrigo. Entre eles havia quatro crianças e dois idosos. Abandonaram o abrigo no galpão de uma antiga fábrica porque faltou comida e agora precisavam de um local em condições de recebê-los. Suplicavam ajuda para garantir uma sobrevida.

Eutanásia do Viola desrespeita a cultura regional

GERALDO BONADIO (Blog do Bonadio) - Um dos programas mais longevos e de público mais fiel da Rede Cultura – o Viola, Minha Viola – completa, no dia 25, quarenta anos no ar. Infelizmente, não há o que festejar, pois o Viola está sofrendo um processo de eutanásia. Submetido a constantes mudanças de horário passou agora a ser...

Mercadoria como fetiche e arte como mercadoria

Marcello Fontes (Blog em toda e em nenhuma parte) - É muito importante dar-se conta de que muito do que fazemos e decidimos não é realmente fruto de nossa decisão consciente, pois é tal o nível de influência e coerção social ao qual somos submetidos que atos como o de um indivíduo que compra xampu para cachorro sem ter cachorro passam a ser “fichinha” perto do que fazemos sem realmente saber de modo plenamente consciente que estamos fazendo ao consumir, comprar, vestir-se, ouvir música e assistir filmes, por exemplo, e achar que somos as mais originais e autênticas das criaturas. Afinal, “uma mercadoria aparenta ser, à primeira vista, uma coisa óbvia, trivial. Sua análise resulta em que ela é uma coisa muito intricada, plena de sutilezas metafísicas e melindres teológicos”.

Pandemia cala Aldir, letrista maior da música brasileira

GERALDO BONADIO (Blog do Bonadio)- Vítima do coronavírus, morreu, aos 73 anos, o poeta Aldir Blanc, um dos maiores letristas da música brasileira, a quem devemos peças como O Bêbado e o Equilibrista, que, na voz de Elis Regina, se tornaria o hino da anistia que marcou o começo do fim da ditadura militar instaurada em 1964....

Um ano sem Antunes Filho

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) -  Cada vez que o Teatro perde um artista, o teatro se renova e outros ocupam o seu espaço.  Não há nada incomum nisso, principalmente, para profissionais cujo trabalho está lastreado no efêmero. Há vários relatos de atores e atrizes que morreram e foram substituídos em seus papéis e os... Continuar Lendo →

Fora da Margem, Ano 2, Edição 38

FORA DA MARGEM - "E daí?". A interjeição distópica e indigna do presidente Jair Bolsonaro, além de marcar a semana mais sinistra de 2020, com a explosão de mortes pela Covid-19 e bem na fase mais aguda da pandemia, embrulhou o estômago e chacoalhou as consciências não só dos familiares das vítimas mas da grande maioria dos brasileiros. Este e outros assuntos, você confere em mais esta edição do Fora da Margem. Para curtir agora, clique em cima da charge do cartunista Duke. Um bom feriado de 1º de Maio e um final de semana de saúde e paz.

Os hóspedes e o vírus (Parte III)

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - A quarentena no hotel à beira-mar era como uma prisão. Os hóspedes só tinham algum tipo de comunicação externa por meio do recebimento da alimentação, fornecida em materiais descartáveis, e da retirada do lixo.

Ações públicas para Artes e a Cultura na Região Metropolitana de Sorocaba durante a pandemia

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) - As administrações públicas das cidades de Salto e Araçoiaba da Serra apresentaram, na última semana de abril, editais destinados ao trabalho dos artistas das artes - Quarentena Cultural e Credenciamento para Oficineiros. Estes dois editais são os primeiros, dentre os municípios da Região Metropolitana de Sorocaba que, finalmente, saíram do papel. Isso...

Os hóspedes e o vírus (Parte II)

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Quanto mais dramática é a situação, maior é o tamanho da fragilidade humana. Foi essa a sensação que envolveu a jornalista no interior do hotel em quarentena perante um dilema moral: devia contar ao mundo que o vírus já matara dois hóspedes ou devia omitir essa informação?

Il Postino e o poeta comunista Pablo Neruda

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando la Pelota) - Não posso lhe dizer com palavras diferentes das que escrevi, quando você explica uma poesia, ela se torna banal. Melhor que a explicação é a experiência dos sentimentos que a poesia pode revelar a uma alma suficientemente aberta para ouvi-la. Essa fala acima é de Pablo Neruda ao... Continuar Lendo →

Fora da Margem, Ano 2, Edição 37

FORA DA MARGEM – Ao lado do crescimento assustador do número de mortes no Brasil pela Covid-19 também dominaram as manchetes e as discussões nas redes sociais, ao longo desta semana agitadíssima, a recente saída do ministro Sergio Moro, a posse do ministro da Saúde, Nelson Teich, e os desdobramentos das manifestações fora do tom em prol da intervenção militar e do AI-5, protagonizada no último domingo (19/4) pelo principal mandatário do país em um ataque duplo: o da tosse e, um outro mais grave, à Constituição e à democracia do país. Acompanhe nesta super coleção de charges, como a de Quino, que estampa a capa desta última edição de abril do Fora da Margem, o olhar bem-humorado, crítico e mordaz de cartunistas brasileiros e estrangeiros sobre estes temas, além da legião de anônimos autora de memes, cards, imagens e frases garimpados na internet pela equipe do Terceira Margem. Boas risadas e ótimo fim de semana.

Os hóspedes e o vírus (Parte I)

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Não era dia, não era noite. Era aquele momento em que os últimos raios de luz travam uma espécie de duelo com a aproximação da noite e o efeito é de desequilíbrio entre as diferentes percepções de tempo e espaço.

JT: quase meio-século de bom jornalismo e experiências de linguagem

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quinta feira, 13 de outubro de 1977, Geisel anuncia a demissão do ministro da Guerra Sylvio Frota, partidário da linha dura. Ainda teríamos sete longos anos do regime ditatorial. Naquela mesma noite, o time da massa, o time do povo, que viu sua torcida crescer exponencialmente no maior jejum de títulos da sua história,...

Fora da Margem, Ano 2, Edição 36

FORA DA MARGEM – Em meio às tribulações advindas da pandemia e do isolamento social, o pandemônio se instaurou nesta semana açodado pelas perdas dos escritores Rubem Fonseca, Luis Alfredo Garcia-Rosa e do chileno Luís Sepúlveda e ainda do cantor e músico Moraes Moreira, retratado acima na charge do cartunista e ilustrador Luis Evangelista Duke (@dukechargista). Sem contar a demissão anunciada do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Assuntos que foram amplamente retratados, de modo criativo e pra lá de divertido, em charges, memes, frases e vídeos que circularam na internet com doses extras de ironia e bom humor. Afinal, é preciso rir um pouco para aliviar as tensões e as preocupações do cotidiano. Boas risadas e ótimo fim de semana. E não hesite: #FicaEmCasa.

Originária de Bordeaux, a Malbec virou uva-símbolo da Argentina, onde ganhou um dia só dela (17/4), data em que é festejada no mundo todo

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Mesmo em tempos de isolamento social, acontece nesta 6a. (17), no Brasil e em vários países, o tradicional Malbec World Day. Por aqui, as importadoras e sites de vinhos têm feito promoções de rótulos que levam essa variedade de uva, além de lives com produtores estrangeiros e enólogos brasileiros. Caso, por exemplo, do argentino Alejandro Vigil, enólogo-chefe da premiada Catena Zapata e dono da vinícola-butique El Enemigo, em Mendoza, que a partir das 19h30 estará ao vivo conversando com os consumidores brasileiros. Leia o post completo e confira esta e outras dicas de rótulos de boa relação custo-prazer.

Outro Olhar: enigmas e labirintos

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - A vida pode ser comparada a uma longa viagem. Podemos traçar um roteiro, mas nem sempre o destino pretendido pode ser alcançado. Acidentes de percurso, curvas perigosas, desvios forçados e outros imprevistos podem mudar os sentidos do caminho traçado. E para o viajante, o importante é ir em frente e curtir os bons ventos da jornada.

Rubem e Gumercindo

GERALDO BONADIO (Blog do Bonadio) - Em 1963, então com 21 anos, por conta da aposta mais louca que Vitor Cioffi de Luca fez em sua vida de editor de jornais, troquei meu emprego de segunda a domingo na Rádio Cacique pela incumbência de produzir as seis edições semanais do Diário de Sorocaba. Nunca havia trabalhado numa redação...

Numa fazenda feita de massinha

LÚCIA HELENA DE CAMARGO (Blog Todas as Telas) - Shaun é um carneiro esperto. Ele vive em uma comunidade de ovelhas de boa índole, na qual todos são unidos e ninguém tenta levar vantagem. A turminha gosta de se divertir e não perde a oportunidade de uma boa piada. Os antagonistas são os porcos, que moram do outro lado da cerca. Esses vivem na lama, estão sempre sujos, e não são confiáveis. Se lhes é dada a chance, roubam comida e abrigo das ovelhas. Claramente, praticam bullying.

Ciência e Dogmatismo

MARCELLO FONTES (Blog Em toda e em nenhuma parte) - A Ciência nada tem a ver com dogmas e a aceitação de seus postulados não deve ser fruto de crença, mas de compreensão. Veremos ainda que tais postulados, diferentemente dos dogmas, não são definitivos nem muito menos absolutos. Não se crê na Ciência, mas estuda-se, reflete-se e, se for o caso, critica-se e mesmo questionam-se seus postulados, teses e conclusões. A Ciência evolui e progride deste modo, inclusive. Áudio completo do artigo narrado pelo autor disponível. Link no início do artigo.

No adeus a Moraes Moreira, o ziriguidum e os sabores da terra de um velho Novo Baiano

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Um multi-instrumentista irrequieto, trieletrizado. Um compositor porreta, de talento puro. Além de um letrista inventivo e pra lá de original, cujas canções mesmerizaram multidões, entre as décadas de 70 e 90, auge de sua longeva trajetória musical, caindo literalmente na boca do povo. Cantor de voz lépida e contagiante, Antônio Carlos Moraes Pires, ou simplesmente Moraes Moreira (1947-2020), pegou hoje desafortunadamente aquele disco voador rumo à Eternidade... Para continuar lendo este artigo, clique na bela homenagem do cartunista Dolá ou no título do post.

Por que o sucesso é decorrente dos vínculos que formamos?

LUCY DE MIGUEL (Blog Como Vai Você?) -- Ao longo dos últimos 13 anos como empresária e empreendedora social, fiz parte de vários grupos de empreendedores, de mulheres empreendedoras, de associações, e nunca tinha participado de conversas ou qualquer tipo de treinamento em gestão que falasse de sentimentos, de propósito ou de vínculos, com exceção...

Não há benefícios se existem vidas perdidas

LUIZ PIEROTTI (Blog Máquina do Mundo) - Assumo a culpa. Há tempos não nos encontramos por aqui, isso porque os últimos dias têm sido tão caóticos por aqui quanto, imagino, por ai. Porém, como gosto de tomar as vezes de “opinador”, resolvi tecer algumas palavras sobre a forma como estamos reagindo a esse período tão incerto e aflitivo da...

Fora da Margem, Ano 2, Edição 35 (Especial de Páscoa) – Post 500

FORA DA MARGEM - Em pleno sábado de Aleluia, véspera de uma Páscoa "diferentona", após duas longas e necessárias semanas de isolamento social por conta da pandemia de coronavírus, relaxe um pouco e divirta-se com mais esta nova coleção de memes, charges, frases e imagens garimpadas na internet por nossos blogueiros e editores. Feliz domingo de Páscoa e que os sentimentos de solidariedade, fé e esperança sejam renovados. A vida vencerá. E como a charge acima do cartunista Nando Motta, #FicaEmCasa.

O dia em que os soviéticos transformaram os deuses americanos em humanos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota)- Vladimir Kondrashin jogou basquete. Virou técnico do Spartak Moscou. Inovador, passou a treinar a seleção juvenil de basquete masculino da União Soviética em 1967. Passados quatro anos, Kondrashin assume a seleção principal com um objetivo: derrotar os sobrenaturais norte-americanos. Na mais triste Olimpíada da história, a de Munique, em 1972, os comunistas vinham de quatro derrotas...

Santo vinho! Da Itália vem a tradição do cantucci no vin santo, ritual que no país da Bota, hoje epicentro da pandemia, marca a data máxima do cristianismo

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Na Páscoa que se avizinha, tão diferente de todas aquelas que já vivemos, conheça o ritual dos biscoitinhos cantucci embebidos no vin santo. Recordação amorosa dos meus antepassados emigrados da região de Trentino-Alto Ádige, esta é uma tradição pascal da Toscana, que eu conto aqui, no blog, numa homenagem às famílias das milhares de vítimas do coronavírus não só do país da Bota mas do Brasil e do mundo. Que o sabor desta tradição peninsular vivida em família, bem como a esperança de nos reencontrarmos em breve em torno da mesa, adoce um pouco a rotina do nosso isolamento, suavizando mesmo que por um instante o temor e as sombras dos tempos atuais. Para ler o texto na íntegra, clique no título ou na imagem acima. E que seja uma Páscoa de esperança pra todos nós.

Apaixonada por ciências naturais, a jovem Leopoldina trouxe de além-mar uma expedição que deslumbrou o mundo com a flora e a fauna do Brasil

SANDRA NASCIMENTO (Blog Rio Sorocaba conta Histórias) - Há mais de 200 anos, em 15/8/1817, partiram de Livorno, Itália, para o Brasil as naus portuguesas Dom João VI e São Sebastião. A bordo estava toda a comitiva de Carolina Josefa Leopoldina Francisca Fernanda de Habsburgo-Lorena (1797-1826), arquiduquesa da Áustria que, após 86 dias de travessia pelo Atlântico, chegaria ao Brasil em 5//11/1817, para se casar com o então príncipe Dom Pedro (1798-1834). Com Leopoldina também vieram os cientistas bávaros Johann Baptist von Spix (zoólogo) e Carl Friedrich Phillip Von Martius (médico e botânico), nomes estes bem conhecidos das Ciências Naturais do século 19.

Tigres, poligamia, intrigas. E lantejoulas.

LÚCIA HELENA DE CAMARGO (Blog Todas as Telas) - Comecei a ver “A Máfia dos Tigres”, na Netflix, pelo interesse nos felinos. Como muita gente, sou absolutamente fascinada pela graça, beleza, pragmatismo e modo de viver dos gatos grandes e pequenos. A cena mais bela que já vi na vida foi protagonizada por uma família de leões, em um...

Quando a vida nos coloca no cantinho do pensamento

LUCY DE MIGUEL - (Blog Como vai você?) - Solidariedade talvez seja a palavra que vai trazer mais significado para a humanidade nesse momento crítico pelo qual estamos passando. Empatia, cuidado, respeito, ajuda, colaboração, doação e tantas outras ampliam essa lista para uma mudança comportamental tão necessária: a de olhar e cuidar do próximo.Longe de... Continuar Lendo →

Além do Bem e do Mal: Caim e Abel na obra de John Steinbeck

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Adão e Eva primeiro tiveram dois filhos, Caim e Abel. O primogênito arava a terra e o caçula cuidava dos rebanhos. Caim entregou a Deus o fruto do seu trabalho em dádiva. Já Abel entregou-lhe um bezerro. O senhor recebeu o novilho com regozijo e menosprezou os frutos de Caim. Rejeitado por Deus, ele...

Fora da Margem, Ano 2, Edição 34 #FicaEmCasa

FORA DA MARGEM - FORA DA MARGEM - Contagem regressiva para a Páscoa e em meio a uma quarentena dupla, já que estamos na quaresma, uma nova seleção de memes, charges, frases e imagens garimpadas na internet sobre o coronavírus e as mudanças no cotidiano de mais de 210 milhões brasileiros em razão do isolamento social. Além, é claro, das posições controversas do principal mandatário do país no combate da Covid-19, contrariando a Organização Mundial da Saúde (OMS), o bom senso e o mundo civilizado. Clique no cartum acima criado pelo craque Ivan Cabral e esqueça um pouquinho dos problemas, conferindo mais esta coleção inédita.

Em casa, refletindo sobre a desigualdade

LÚCIA HELENA DE CAMARGO (Blog Todas as Telas) - A pandemia de coronavírus levou um coletivo sem fins lucrativos (como este Terceira Margem) de Copenhagen, na Dinamarca, criar o festival “Locked In Film Festival (A Film Festival In Quarantine)”, de curtas sobre diversas formas de morar, para celebrar o confinamento ao qual todos estamos submetidos. Em nome do...

Negação dos fatos, má fé e risco civilizatório

MARCELLO FONTES (Blog em toda e em nenhuma parte) - No campo da ciência ou das evidências claras e concretas, brigar contra fatos não é uma atitude razoável ou inteligente. Aquele indivíduo que, diante de fatos evidentes, inequívocos e empiricamente comprovados de diversos modos insiste em afirmar o oposto ou age de má fé ou tem dificuldades cognitivas sérias decorrentes de alguma patologia. Falaremos da má fé que faz com que se afirme algo nitidamente irreal. Temos visto com muita frequência situações nas quais, mesmo diante das mais fortes e demonstráveis evidências, pessoas insistem em afirmar o contrário do que a ciência, a razoabilidade e o bom senso demonstram. Isso não é uma novidade, mas tem se acentuado nos últimos anos por meio da livre circulação de ideias no universo virtual. Mas, como o momento atual bem demonstra, cada vez mais a propagação de tais negações dos fatos constituem uma séria ameaça para a civilização em termos políticos, econômicos, ecológicos e sanitários.

É a economia, estúpido!

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Introito. Este texto foi publicado originalmente no feice no dia 26 de março. A urgência da pandemia trouxe a postagem a este espaço também. O próprio presidente dos Estados Unidos reconheceu ontem a importância do exposto aqui. Mais ainda: citou os mesmos dados: de 100 mil mortos a 2,2 milhões se nada for feito. Nós, do Terceira Margem, reforçamos: fique em casa!!! #coletivoterceiramargem #fiqueemcasa

Projeto TEATRO NA TELA

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) - em tempos de isolamento social, com os teatros fechados, os artistas buscam, a seu modo, se aproximarem do público. Foi a partir desta premissa que os artistas da REDE TEATRO -  artistas da Região Metropolitana de Teatro criaram o projeto TEATRO NA TELA. São lives que acontecem todas as segundas feiras, às 19h...

Fogo no mato

ROBERTO GODINHO (Cronista convidado do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Essa crise do Coronavírus me levou a tentar lembrar de qualquer episódio parecido na minha vida. Realmente nunca vivi algo com essas dimensões. A única coisa que me veio à mente foi um incêndio florestal na minha infância... (Para ler o texto na íntegra, clique no título ou na foto acima).

Diário da Quarentena. Dia 10. Noite.

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Saímos da fase 1, a da euforia com o isolamento. Estamos em meio à fase 2: o conflito. Cansamos, mas não temos alternativa. Logo virá a tentativa de equilibrar os opostos. Não posso sair com "Odeio ficar em casa". Quando as mortes passarem do milhar e a maioria de nós tivermos perdido alguém próximo ou tenha alguém querido em estado grave, entraremos em depressão. Será a fase mais difícil e dolorosa...

Fora da Margem, Ano 2, Edição 33

FORA DA MARGEM - Na última edição de março, uma avalanche de memes, charges, frases, imagens, gifs e vídeos garimpados na internet sobre o coronavírus e o seu impacto no Brasil e no mundo, a quarentena e o confinamento obrigatório e as posições polêmicas da Presidência da República no combate à Covid-19, contrárias às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do próprio Ministério da Saúde. Confira mais esta seleção inédita e cuide-se, ficando em casa. Faça a sua parte, protegendo-se e a todos. A vida vencerá. #FicaEmCasa

Sobrevivendo em meio à pandemia: o Decameron de Boccaccio

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Como sobreviver a uma pandemia? Como resistir física e psicologicamente a uma quarentena? No final do século XIV, o século da crise medieval, o professor e escritor italiano Giovanni Boccaccio nos ofereceu uma alternativa: retiro artístico, amizade e estórias. Decameron é um conjunto de 100 estórias e contos escritos, entre 1348 e 1353 - tempos da peste bubônica na Europa. Boccaccio dá voz aos jovens num antídoto contra o tédio do isolamento e o desespero perante à praga impiedosa.

Dia Mundial do Teatro nos tempos da peste

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) - Comemorar o dia Mundial do Teatro (27 de março de 2020) com todos os espaços teatrais fechados e a população em isolamento no país é um duro golpe para os profissionais trabalhadores das Artes da Cena. Os artistas estão em casa sem a sua cara metade. Sem o palco e a plateia...

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑