Miguel Sanches Neto, um autor comprometido com a memória e a escrita afetiva

RUBENS NOGUEIRA – Há muito não ouvia ou lia nada sobre ele. Um autor comprometido com a memória e a escrita afetiva. Potencial para escrever histórias curtas e contundentes. Ao fazer a crítica do livro de Miguel Sanches Neto “A bicicleta de carga e outros contos”, Tom Farias não sabe o bem que me fez (O Globo 25-09-18)*.

Devorei com os olhos e a memória o que ele escreveu, e que ocupou dois terços da página 3 do segundo caderno do jornal carioca
(segundocaderno@oglobo.com.br). E a foto que reproduzo abaixo mostra o escritor e amigo tal como o conheci e com ele convivi muitos anos atrás, na culta cidade de Curitiba, capital do Estado do Paraná.

Frequentávamos os mesmos lugares: a livraria do Chaim, o Centro de Letras do Paraná, o espaço cultural do Largo da Ordem, o café da Boca Maldita. Temos coisas em comum: o amor pela escrita e a admiração pelo gênio paranaense Dalton Trevisan.

O homem simples, um ser humano cordial, generoso, conversávamos, trocávamos correspondência. Li quase todos os livros que até então escrevera. E nunca me decepcionei. Tinha, tenho, por ele uma sincera e fiel admiração.

Regozijo-me de ter escolhido esse grande escritor para iniciar minha colaboração neste espaço privilegiado.

*Leia aqui o artigo de Tom Farias

Todas as mãos

“Sempre achei que eram duas ou quatro mãos que tocam um piano, mas ali, com aquele pequeno público, eu, que nunca me apresentei como pianista, descobri que são muitas as mãos sobre um teclado. As mãos dos que cortaram e beneficiaram a madeira. As mãos dos que a transportaram. As mãos daqueles que fabricaram e testaram o piano. De todos que tocaram nele. E também daqueles que aplaudiram as músicas executadas. Eram também as mãos de minha mãe que lhe roubava notas solitárias. E as mãos do restaurador. E por fim as minhas próprias mãos. Todas aplaudindo.”

Trecho do conto “Todas as mãos”
Livro: “A bicicleta de carga e outros contos”
Autor: Miguel Sanches Neto
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 132
Preço: R$ 46,90
Cotação: Ótimo

Foto maior: reprodução YouTube. Foto menor: Leo Aversa/divulgação

Um comentário em “Miguel Sanches Neto, um autor comprometido com a memória e a escrita afetiva

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: