Países de todo o mundo discutem formas de reduzir a poluição do ar

SANDRA NASCIMENTO – No período em que se comemorou o Dia Mundial do Meio Ambiente (1), entre ideias e projetos, foram apresentados à Organização das Nações Unidas (ONU) 6.206 compromissos de melhorias relativas a questões ambientais. Esse número está registrado no site oficial da ONU Meio Ambiente, instituição global que trabalha em parceria com governos, setores privados, organizações internacionais e outras instituições da própria ONU, orientando na elaboração de projetos pela preservação da vida no planeta.

Em 2019, o país anfitrião das celebrações foi a China e o encontro oficial, em 5/6, aconteceu na cidade de Hangzhou, província de Zhejiang. Mas o tema foi amplamente discutido e divulgado já nas semanas que antecederam o evento em mais de 100 países. O Brasil apresentou cerca de 240 atividades.

Encontro oficial ocorreu na cidade de Hangzhou, província de Zhejiang, China

Sob o tema “Poluição do Ar”, comunidades, governos e indústrias discutiram a possibilidade de explorar “energias renováveis e tecnologias verdes” como forma de amenizar os problemas da qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo. Dos muitos eventos que chamaram a atenção para os riscos da poluição do ar em todos os continentes, destacaram-se os seguintes:

• Na Europa foi lançado o relatório “Poluição do Ar e Saúde Humana: O Caso dos Bálcãs Ocidentais”.

• Na África, foram realizadas comemorações oficiais em vários países: Ruanda, Quênia, Marrocos, Senegal, Costa do Marfim, República de Níger, Nigéria, Argélia, Tanzânia e África do Sul.

• No Oriente Médio, jovens de vários países como Bahrein, Omã e Emirados Árabes Unidos, manifestaram-se antes das festividades do Eid-Al Fitr (2).

• Nos Estados Unidos, músicos da Dave Matthews Band foram designados embaixadores da Boa Vontade da ONU Meio Ambiente por seu trabalho na defesa ambiental em suas turnês.

• Na China, a cidade anfitriã de Hangzhou informou que os ônibus elétricos já constituem 70% de toda a sua frota.

• Na Ásia e no Pacífico, foram anunciadas políticas públicas pelo meio ambiente em Mianmar, Índia e Tailândia.

• Mil árvores nativas foram plantadas no Equador por jovens da América Central.

• No Brasil, a OPAS/OMS (3) em parceria com a ONU Meio Ambiente, lançaram uma campanha intitulada “Campanha Respire Vida no Brasil” e a cartilha “16 medidas pela qualidade do ar nas cidades: um chamado pela saúde e pelo meio ambiente”, que visa apoiar gestores municipais brasileiros que objetivem a redução da poluição atmosférica.

“Toda natureza é um anelo de servir.
Serve a nuvem, serve o vento, serve o sulco.
Onde haja uma árvore para plantar, planta-a tu; …”

Gabriela Mistral (1889-1957), poetisa, educadora e diplomata chilena

Em mensagem oficial para o Dia Mundial do Meio Ambiente, António Guterres, secretário geral das Nações Unidas, declarou: “É hora de agir de forma decisiva, minha mensagem aos governos é clara: cobrem taxas pela poluição, acabem com os subsídios aos combustíveis fósseis e parem de construir usinas de carvão. Precisamos de uma economia verde e não de uma economia cinza.”

Segundo informações da ONU, 92% da população da Terra não respira ar limpo. A cada ano morrem aproximadamente sete milhões de pessoas devido somente a esse tipo de poluição. Quatro milhões dessas mortes ocorrem nas regiões da Ásia e do Pacífico. O custo da poluição do ar à economia global é de US$ 5 trilhões por ano. Entre 6 bilhões de pessoas que respiram regularmente o ar poluído, um terço são crianças.

Durante o encontro oficial ocorrido em Hangzhou, Joyce Msuya, diretora-executiva interina da ONU Meio Ambiente alertou: “Proteger nossos céus azuis pode ser difícil, mas nosso futuro depende disso.”


Notas

(1) Criado no dia 5/6 de 1972, em Estocolmo, o Dia Mundial do Meio Ambiente é um momento para a promoção de atividades de proteção e preservação da vida, no qual, por meio de conferências, instituições e ongs alertam governos e populações sobre os perigos de negligências para com o ambiente humano.

(2) Celebração muçulmana que marca o fim do jejum do Ramadã. Em algumas sociedades muçulmanas esta celebração é também conhecida como a “Doce Celebração” ou a “Pequena Celebração”. O Eid religioso é um só dia, mas ele é muitas vezes celebrado por três dias. O primeiro Eid Al-Fitr foi celebrado em 624 pelo profeta Maomé, seus familiares e amigos em regozijo pela vitória na Batalha de Badr.

(3) A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) trabalha com os países das américas com o objetivo de melhorar a saúde e a qualidade de vida das populações. Fundada em 1902, é a organização internacional de saúde pública mais antiga do mundo. Atua como escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as américas e é a agência especializada em saúde do sistema interamericano.

Referências

naçõesunidas.org; envolverde.cartacapital.com.br; cetesb.sp.gov.br/proclima

Fotos: José Finessi e Sandra Nascimento. Foto do encontro oficial: Huang Zongzhi/Xinhua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: