Associação Atlética Portuguesa Santista versus Apartheid

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Santos possuía o maior porto do Brasil em 1917. Havia muito comunista por lá também. A greve geral de 1917 começou ali. A cidade era um canteiro de obras e aos poucos o futebol tornava-se popular. Dois times se destacavam: o Hespanha (atual Jabaquara) e o lendário Santos Foot Ball Club. Os imigrantes lusitanos fundariam, em 20 de novembro de 1917, a Associação Atlética Portuguesa.

Amante da vida, a ‘bruxa’ Frida Kahlo, a mais hedonista das artistas mexicanas, pintou a si mesma, a vida e a morte, o sete e a boa mesa

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Dia das Bruxas? Finados? Não, não se engane. Os crânios e as caveiras icônicas que levam os traços inconfundíveis de Frida Kahlo, referência artística à tradição do Dia de Los Muertos, no México, rivalizam em exposição midiática com as abóboras plastificadas e globalizadas do Halloween da cultura saxã, comemorada no mundo todo, nesta quinta-feira, 31/10. Artista transgressora e feminista, ativista política crítica e atuante, além de cozinheira de mão cheia, conheça a trajetória dessa figura marcante do século 20 que viveu à frente de seu tempo.

Ordenação de homens casados exprime a misericórdia da Igreja face às comunidades católicas da Amazônia

GERALDO BONADIO - Nada justifica o escândalo de alguns ante a sugestão do papa Francisco, aos bispos reunidos no Sínodo da Amazônia, de se ordenar, como sacerdotes, homens casados, com longa e comprovada experiência como maridos e pais. Além de atender as necessidades religiosas dos ribeirinhos e indígenas que povoam a região, eles seriam inspiração... Continuar Lendo →

A Rede Vespa: ferroadas para refletir

LÚCIA HELENA DE CAMARGO (Blog Todas as Telas) - Baseado em acontecimentos reais, Wasp Network, além de ser uma boa história, pode convidar à reflexão. Até que ponto alguns estão dispostos a ir para defender uma ideologia?

O Centro do seu Deserto

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Todos nós nos deparamos com personalidades semelhantes a um vaso chinês. Abaulados, tomados de detalhes e com uma beleza kitsch. Podem ser sensíveis, aparentemente cultos, mas insossos. Sem utilidade. Nenhuma serventia. São objetos que se bastam. Tão apaixonados por si mesmos, tão ególatras que o encanto inicial de sua aparência se desfaz em meio a tanto tédio e solidão narcísica. John Marcher é assim. Sensível, dado a poesias, sentindo-se especial com "um destino único e trágico" pela frente, ele é um Ulisses sem Ítaca.

Gafanhoto. Carne de cachorro. Peixe cru. Em discussão à mesa, preconceitos, tabus alimentares e a globalização do gosto

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Em seu périplo pela Ásia, o atual Presidente da República, avesso ao consumo de carnes cruas, trocou os tradicionais suhis e sashimis, símbolos globalizados da culinária japonesa, pelo bom e velho macarrão instantâneo. Noves fora predileções pessoais e preconceitos à mesa, tabu alimentar é uma questão cultural séria que exige de todo consumidor, seja ele gourmet ou não, uma reflexão mais profunda. Para não fazer feio à mesa, leia o post completo.

Ressuscitem o rock

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Peguei o Cometa de madrugada e fui pro Rio. Iria me encontrar com uns amigos cariocas que haviam jogado basquete em Sorocaba. Pela primeira vez teríamos um festival de Rock no Brasil. Era janeiro de 1985 e chovia muito. Bandas de qualidade internacional se misturavam a ilustres desconhecidos, cantores da MPB e de bandas do nascente rock nacional.

Crítica teatro (São Paulo): Mississipi

JOSÉ SIMÕES (SÃO PAULO). "Mississipi" é o nome da  montagem levada à cena pela Cia de teatro Os Satyros, que neste ano completa 30 anos de existência, e estava em cartaz no Espaço Satyros Um, localizado na Praça Roosevelt, São Paulo. 30 anos! Uma companhia de teatro com tantos anos de estrada é por si... Continuar Lendo →

A Revolução de 1924 e a fundação do Sorocaba Clube

GERALDO BONADIO - Dia 9 de novembro, pela manhã, a Academia Sorocabana de Letras realizará uma sessão solene no Sorocaba Clube, que naquela data, completa 93 anos de fundação. Parece estranho - dada a natureza absolutamente pacífica da agremiação, hoje presidida pelo memorista piedadense Benedito Maciel de Oliveira Filho -, mas ele é um desdobramento... Continuar Lendo →

Sapatos

JOSÉ CARLOS FINEIS (Blog Conversa de Armazém) -- Sapatos trouxeram a desgraça para a vida daquela criança livre. Com eles, vieram a escola, o horário para acordar, as lições de casa, o bullying (usava óculos), a necessidade de tomar banho todo dia, o medo de errar, a competição para ser o primeiro da classe, a primeira briga na porta da escola, a fossa de domingo à noite, a incerteza quanto ao futuro...

Paulo Henrique Amorim

RUBENS NOGUEIRA (Blog Antes que me Esqueça) -- Meu registro no antigo INSS tem o número 468. Perdi a carteira de trabalho na Delegacia de Sorocaba. Nos muitos anos depois, minha coleção é de umas oito, sei lá. De uma anotação na loja de ferragens na Praça Tiradentes, passando pela Confederação Evangélica na rua Buenos Aires, Edifício da Bíblia, General Eletric, agências de publicidade e relações-públicas, Artes Gráficas Gomes de Souza, Standard Propaganda, e, desde 1976, Itaipu Binacional. Todo esse introito para explicar onde entra Paulo Henrique.

Fora da Margem, ano 1, ed. 8

Uma coleção sempre renovada de memes, vídeos, montagens, prints, frases e outros conteúdos que circulam nas redes sociais e WhatsApp, fazendo-nos rir e refletir sobre o País e o mundo em que vivemos.

Gravados na memória, os sabores de infância nos reconectam às raízes, levando-nos de volta à meninice e a sonhar com um mundo melhor

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Quando levou à boca a primeira garfada de ratatouille – um refogado de vegetais originário do interior da França, feito de modo autêntico e caseiro –, Anton Ego, o mais temido crítico gastronômico de Paris, até se esqueceu de que estava ali à mesa para avaliar o restaurante. De repente, aquele sabor fez o mundo parar, e ele pôde sentir novamente o garotinho que, depois das brincadeiras, chegava em casa para a refeição e ganhava um afago da mãe. Que, neste 12 de outubro, dia das crianças, o espírito e as lembranças dos aromas e gostos da meninice voltem a nos inspirar, ajudando a tornar a realidade atual menos dura e amarga. Clique e leia o post completo.

Mostra de cinema: a cultura resiste

LÚCIA HELENA DE CAMARGO - Vai começar a 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. O blog Todas as Telas esteve na coletiva de imprensa de lançamento do evento, no último sábado, e já estamos selecionando os filmes mais interessantes para assistir e comentar aqui neste espaço.   O festival começa no dia 17... Continuar Lendo →

Por que precisamos da Cultura?

JOSÉ SIMÕES -  Por que o incentivo à Cultura é importante para a cidade? Estado? Pais? Porque ao se promover a Cultura se estimula o bem viver, a cidadania e a reflexão acerca do mundo. Simples. Porém para se estimular a Cultura é preciso saber o que é e o que não é Cultura. A... Continuar Lendo →

A mais-valia vai acabar, senhor Edgar. O dramaturgo Vianinha

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Esta semana diversos membros do governo, além do guru esotérico-terraplanista Olavo de Carvalho, voltaram suas armas para o maior dramaturgo brasileiro: Oduvaldo Vianna Filho, o Vianninha. O novo diretor da Ancine acusou Vianninha de ser um agente comunista nas artes brasileiras e um "gramsciano empedernido". Pré-indicado ao Nobel de Literatura há 3 anos, Vianninha respondeu com bom humor: "É a ascensão dos néscios. O pântano que pensa ser ribeirão".

Não morreu Nina Horta, apenas nina em nossos corações e nos livros de cozinha a grande dama da crônica gastronômica brasileira

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Quem é fã do bem comer e de bem escrever, como este jornalista e dublê de blogueiro, ficou bem triste neste domingo, 6 de outubro. Aos 80 anos, boa parte deles dedicados aos deleites da boa mesa e da escrita esmerada, morreu desafortunadamente a cronista, escritora, colunista, tradutora e empresária Nina Horta, a grande dama do cronismo gastronômico brasileiro.

Causos sorocabanos: agredido por alienigena

LUIZ PIEROTTI (Blog Máquina do Mundo) - Todo mundo tem uma história para contar, seja ela ardilosa, simples, engraçada ou misteriosa. Foi pensando nesse prazer narrativo que, após um razoável hiato, o Máquina do Mundo volta a dar as caras aqui no Coletivo Terceira Margem para contar uma história! História não, um causo!

Fora da Margem, ano 1, ed. 7

FORTA DA MARGEM (Produção colaborativa dos membros do Terceira Margem) - Uma coleção sempre renovada de memes, vídeos, montagens, prints, frases e outros conteúdos que circulam nas redes sociais e WhatsApp, fazendo-nos rir e refletir sobre o País e o mundo em que vivemos.

Zé Muleque, o leva e traz (conto). Parte 2: Uma cabeça prestes a rolar

JOSÉ CARLOS FINEIS (Conversa de Armazém) - Às vezes me esqueço que agora sou contista, e não mais um escrevinhador de notícias policiais. A cabeça decepada que no noticiário sensacionalista aparece logo no título pode, na narrativa literária, ser cortada aos poucos, ou na última linha, ou, se o texto for uma obra aberta, até mesmo permanecer como uma sugestão ou um mistério, para que o leitor tire livremente suas conclusões do que pode ter ocorrido e a quem.

Indicados VIII Prêmio Aplauso Brasil de Teatro

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) - Seguem, abaixo, os indicados (primeiro semestre) do VIII Prêmio Aplauso Brasil de Teatro.
No momento em que o teatro como ofício, a arte e o trabalho são "demonizados" por uma parte da classe política e, também, por pequena parte da população - a saber que esta minoria sequer leu um texto teatral ou mesmo frequenta o teatro com regularidade -, é importante valorizarmos iniciativas como esta, realizada pelo Aplauso Brasil.

Uma flor que se devora: a alcachofra chega à mesa e é a estrela principal da tradicional Expo São Roque, que começa nesta 6a., 4/10

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Nos versos de Maria Lúcia Dal Farra, o retrato poético da alcachofra, tentação que chega à mesa agora, juntinho com a nova estação do ano, é preciso: "Não é em altura que o seu arbusto se ombreia com o pinheiro - é pela fruta. Íntima amiga da geometria, do pinho tão só se distancia pela recusa à agreste armadura." Seja pela poesia que esta flor comestível típica da primavera inspira, seja por seus atrativos e atributos culinários - o que inclui o prazeroso ritual de saboreá-la lentamente, uma a uma, pétala por pétala -, a Cynara scolymus, o nome científico da alcachofra, é uma preciosidade etíope de primeira grandeza apreciada desde a Antiguidade e sob as mais variadas formas.

Acima ↑