Deus – o mais lírico e transcendente e inquietante de todos os mistérios

Para meu irmão Betinho

Evandro Affonso Ferreira

Pílula do dia

Pergunta insólita

Jean Santeuil, de Marcel Proust


Trecho do livro recomendado


Anatomia do Inimaginável

FOTO/EVANDRO

Fragmentos

FOTO/EVANDRO

Sussurrar vez em quando nos insondáveis, nos remotos dela mesma; frustrar sobressaltos; ziguezaguear entre os chamuscos da saudade e da inquietude e do desespero; exercitar alternâncias luminosas alumiando o sombrio com piscadelas fogos-fátuos; desconsertar anseios com um tanto de condimentos salobros, cujo nome é abstraimento; dissimular afoitezas; sufocar farpas frívolas; arrefecer osculações de matizes múltiplos – para empreender tudo isso, nossa ontológica personagem precisaria, antes de mais nada, mover-se na órbita do estoicismo.

Livros de minha autoria

Foto principal

As fotos que abrem este blog pertencem ao meu futuro livro, Ruínas. Passei um ano fotografando paredes carcomidas pelos becos, veredas, ruas do centro, e de alguns bairros paulistanos.

As imagens apresentam uma concretude pobre e miserável, de ruína mesmo, que na sua própria deterioração encontra rasgos inesperados de um refinado expressionismo abstrato – força das paredes arruinadas e das tintas expressivas do tempo. (Alcir Pécora)

Capa: Marcelo Girard

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: