Duas situações na Cultura da Região Metropolitana de Sorocaba

JOSÉ SIMÕES (Blog do Simões) – Duas situações pontuais envolvendo as secretarias da Cultura de Sorocaba e Votorantim chamaram a atenção nas últimas semanas.

Na primeira situação a Secretaria da Cultura de Votorantim convidou os artistas do município para participar de uma campanha de apoio às medidas de distanciamento, higiene, uso de máscara e cuidados para enfrentar a COVID. Assim um conjunto de vídeos se espalhou pelas redes sociais dos cidadãos da Região Metropolitana de Sorocaba

A campanha se chama: “com pequenos gestos de amor sairemos juntos dessa!” O Secretário da Cultura Marcelo Domingues se empenhou e escreveu pessoalmente a várias pessoas – políticos, artistas, amigos – solicitando o envolvimento na campanha. Simples, singela e potente na proposta.

Por um lado, a proposta busca na força dos artistas, que são comunicadores por excelência e profissão, conversar com a população, por outro lado, a campanha valoriza, para esta mesma população, os artistas da cidade de Votorantim. Valorizar os artistas é valorizar as Artes e a Cultura.

Na segunda situação, exposta nas redes sociais, a Secretaria da Cultura de Sorocaba, em meio à pandemia na fase restritiva do plano SP, enviou uma solicitação aos artistas informando-os que a prestação de contas do prêmio Aldir Blanc deveria se feita presencialmente. Imediatamente os artistas se manifestaram nas redes sociais contra aquele pedido. Um conselheiro do Conselho Municipal de Cultura faz um desabafo crítico no grupo de watts dos conselheiros contra a tal situação. Por causa deste desabafo o artista foi cancelado do grupo pelo funcionário da Secretaria.

A justificativa para tal corte é um tanto quanto reveladora. O funcionário da SECULT escreveu que aquele grupo não era o lugar para discussões gerais e, sim, para discussões dos conselheiros. Bem, o artista que fora cancelado do grupo é conselheiro e, mesmo assim, pelo que se observou não pôde discutir. Na sequência escreveu para justificar o cancelamento: “estamos sempre abertos para ajudar e ao diálogo”.

Cabe destacar que presidente do conselho de políticas culturais é, também, o secretário da Cultura da Luis Zamuner. Entrei em contato para ouvir o secretário. Ele prontamente me respondeu e reafirmou enfaticamente que está aberto ao diálogo com os artistas da cidade e que, segundo lhe foi informado pelo funcionário, tratou-se de um mal entendido, já solucionado. O conselheiro cancelado foi novamente admitido no grupo e a questão da apresentação de contas foi solucionada.

O momento vivido pelas Artes, os artistas e a Cultura tem sido duro nos municípios. Têm ocorrido muitos atos autoritários contra os artistas. Mas mesmo assim muitos gestores culturais espalhados pelo país tem se desdobrado para buscar soluções. Algumas boas propostas têm brotado pelo país. Todavia, daquilo que se viu até agora, nenhuma acontece sem o apoio dos trabalhadores das Artes e da Cultura.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: