O cordeiro desfaleceu em plena Broadway – Do Gênesis à Revelação

FREDERICO MORIARTY – Quase 1 ano de muitos ensaios, shows e apresentações e a banda pensa em desistir. Pudera, o LP ” From Genesis to Revelation ” vendera apenas 649 cópias. Mike Rutherford, o baixista, levantou três problemas a resolver: mais ensaios, redefinir o estilo musical da banda e orientar as lojas, afinal o LP era colocado no setor ” música religiosa”. Chris Stewart, John Silver e Anthony Philips saem da banda; entram o baterista Phil Collins e o guitarrista Steve Hacket. Ficaram o vocalista performático Peter Gabriel e o tecladista Tony Banks. O rock progressivo, com pitadas jazzísticas e da futura ” world music ” fez do segundo disco, Trespass, um sucesso mediano.

Uma das músicas do LP chegou ao 41° lugar na Billboard. A banda ensaiava muito, cerca de 11h por dia nos 3 meses que antecederam os mais de 100 shows em 1970. O retorno positivo fez o Genesis gravar ” Nursery Crime na sequência. Num dos muitos shows de divulgação, Peter Gabriel entra no palco vestindo um brilhante vestido vermelho e cobrindo a cabeça com a máscara de um lobo. Foi a primeira apresentação teatral de Gabriel. A plateia foi ao delírio com aqueles jovens revolucionários de 20 ou 21 anos. Foxtrot colocou o Genesis em primeiro lugar, mas nas paradas italianas.

o maior sucesso da banda

Em 1973, finalmente a banda consegue o sucesso nas paradas inglesas: o álbum Selling England by the Pound ficou em 3° na Billboard e a música ” I know what I like ( in your wardrobe)”, atingiu o primeiro lugar. O sucesso comercial ainda não trouxera grana para o quinteto. No ano seguinte, o Genesis esteve à beira da extinção. A banda devia o equivalente a meio milhão de libras esterlinas. Os integrantes estavam em órbitas distintas: alguns casaram, outros divorciaram, uns tinham filhos pequenos. Tudo levava ao Apocalipse.

Incluindo aí os projetos solos de Peter Gabriel e sua ideia de que o sexto disco fosse uma obra conceitual, um álbum duplo ao estilo de Tommy do The Who. Gabriel escreveu um meio roteiro e a maioria das letras da história. Deixou pra banda desenvolver o conceito e musicar todas as músicas. Seis meses depois, eles começam a fazer reuniões, treinar as músicas e desenvolver o projeto. Em outubro de 1974 eles entram em estúdio pra gravar as quase 20 músicas do LP duplo The Lamb Lies Down on Broadway. Rael é um jovem portorriquenho em Nova York. Passa uma longa jornada de erros e desencontros, com muitos personagens bizarros e lisérgicos. Cobras sensuais, sangue e violência. Alusão a temas americanos como Martin Luther King, KKK, Broadway, Kennedy, Charles Manson, etc. Também estão presentes a simbologia junguiana. As letras são repletas de signos e símbolos, como na música ” Carpet Crawlers ” narrando a parte em que Rael, o personagem principal, se encontra em um corredor acarpetado vermelho cercado por pessoas ajoelhadas rastejando lentamente em direção a uma porta de madeira. A metáfora dos ” rastejadores de carpete ” é uma crítica as pessoas conformistas que se vendem ao sistema para garantir sucesso e dinheiro.

Show de ” Lamb Lies…”¥

Em resumo, a história é assim: certa manhã, na cidade de Nova York, Rael está segurando uma lata de tinta spray, odiando todos ao seu redor. Ele testemunhou um cordeiro desfalecido em plena Broadway  que teve um efeito profundo sobre ele. ( Lamb Lies down on Broadway). Enquanto caminha pela rua, ele vê uma nuvem escura assumir a forma de uma tela de cinema e se mover lentamente em sua direção, finalmente absorvendo-o (“Fly on a Windshield”), vendo uma explosão de imagens do dia atual (“Broadway Melody”) antes de acordar em uma caverna e adormecer novamente (” Cuckoo Cocoon “). Rael está preso em uma gaiola de estalagmites e estalactites que lentamente se aproximam dele. Enquanto ele tenta escapar, vê muitas outras pessoas em diversas gaiolas, antes de avistar seu irmão John do lado de fora. Rael o chama, mas John se afasta e a gaiola desaparece repentinamente (“In the Cage”).

Rael agora se encontra no chão de uma fábrica e é conduzido por uma mulher para um passeio, onde observa as pessoas serem processadas como pacotes. Ele avista antigos membros de sua gangue de Nova York e também John com o número “9” estampado na testa. Temendo por sua vida, Rael foge para um corredor (“The Grand Parade of Lifeless Packaging”) e tem um extenso flashback de uma invasão de gangue na cidade de Nova York, (“Back in NYC”). Segue o sonho em que seu coração peludo é removido e barbeado com uma navalha (” Hairless heart”) e seu primeiro encontro sexual (” Counting ou . O flashback de Rael termina, e ele se encontra em um longo corredor com carpete vermelho de pessoas rastejando em direção a uma porta de madeira. Rael passa por eles e sai por uma escada em espiral (” Carpet Crawlers “). No topo, ele entra em uma câmara com 32 portas, cercado por pessoas e sem conseguir se concentrar (” The Chamber of 32 doors”). Ele encontra uma mulher cega que o leva para fora da câmara (“Lilywhite Lilith”) e em outra caverna (“The waiting room” ), onde ele fica preso por pedras caindo (“Anyway”). Rael encontra a Morte (“Here Comes the Supernatural Anesthetist”) e escapa da caverna. Ele acaba em uma piscina com três Lamia, lindas criaturas semelhantes a cobras, e faz sexo com elas, mas elas morrem após beber um pouco de seu sangue (“The Lamia”). Ele sai da piscina em um barco (“Silent Sorrow in Empty Boats”), e se encontra em um grupo de Slippermen, homens distorcidos e grotescos que tiveram a mesma experiência com os Lamias, e descobre que ele se tornou um deles (” The srrival”). Rael encontra John entre os Slippermen, que revela que a única maneira de se tornar humano novamente é visitar Doktor Dyper ( doutor profundeza) e ser castrado (“Doktor”). Ambos são castrados e mantêm os pênis retirados em recipientes ao redor do pescoço. O recipiente de Rael é levado por um corvo ( alusão a Edgar Alan Pie) e ele o persegue, deixando John para trás (“The Raven”). O corvo solta o recipiente em uma ravina e em um rio subterrâneo impetuoso (“Ravina”). Enquanto Rael caminha ao lado dela, ele vê uma janela no banco acima de sua cabeça que revela sua casa no meio das ruas (“The Light Dies Down on Broadway”). Com a opção de voltar para casa, ele vê John em um rio lutando para se manter à tona. Apesar de ser abandonado duas vezes por John, Rael mergulha para salvá-lo e a porta de entrada para Nova York desaparece (“Riding the Scree”).Rael resgata John e arrasta seu corpo para a margem do rio e o vira para olhar seu rosto. (“In the Rapids”). Sua consciência então flutua entre os dois corpos, e ele vê a paisagem circundante se dissolvendo em uma névoa. Ambos os corpos se dissolvem, e o espírito de Rael se torna um com tudo ao seu redor (” It”) ( com algumas alterações e acréscimos, o resumo foi retirado da Wikipedia).

The sleeperman

A produção dos shows foi impecável. Gabriel vestia dezenas de figurinos, incluindo o famoso Sleepermen. Quase dois mil cromos eram projetados em telões atrás da banda. O custo foi altíssimo e o sucesso comercial da ópera rock mediano. O Genesis entrava 1975 endividado. As visões distintas e os projetos solos levaram Peter Gabriel a deixar a banda após a turnê. Além do carisma perdido o Genesis estava agora sem vocalista. Pararam por quase 1 ano, até que Jon Anderson do Yes sugeriu:

– Vocês tem um puta vocalista no grupo, é o Collins.

o primeiro país em que o Genesis chegou ao topo foi a Itália

Mesmo assim, Phil Collins teve de fazer um teste, pois os integrantes do Genesis não acreditavam muito no patinho feio. Terminou aprovado e a banda trouxe um novo baterista para dar apoio ao novo vocalista. Sai o LP A trick of tail (1976). Collins confirmou a profecia do Yes e deu muita consistência aos vocais. A tese das viúvas de Peter Gabriel cai por terra: Collins era muito melhor músico. Isso já havia ficado evidente no LP Trespass ( estreia de Phil Collins). Entra a primeira música, Looking for Something e só resta a nós comentar: ” O Genesis tem bateria agora!!”. No mesmo ano o álbum de despedida de Steve Hackett, Wind and Wuthering.

And then there are three ( 1979) leva a banda ao estrelato e atinge o maior sucesso até hoje, a música Follow you, follow me. Os três que sobraram foram Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks. Duke ( 1980). Abacab ( 1981), reafirmam o sucesso comercial. O Genesis depois de 14 anos de estrada entrava no panteão das maiores bandas de rock da história.

Genesis de 1983 consegue o #:1 na Inglaterra e # 9 nos Estados Unidos. Invisible Touch ( 1986) foi #1 na terra da Tatcher. e # 3 no território de Reagan. Em 1991 veio o último primeiro lugar nas paradas britânicas com We Cant Dance. Calling ali stations (1997) é o último CD de estúdio ( no ano anterior a indústria fonográfica parou de fabricar LPs). No total, os 15 discos do Genesis venderam 130 milhões de cópias no mundo. Nada mal para aqueles jovens ingleses que aos 18 anos não conseguiram comercializar nem 700 LPs.

 Resta a velha questão: o Genesis acabou com a saída de Peter Gabriel? Não! Musicalmente, a banda deu um salto. Há três fases no Genesis: a desastrada origem (o 1° disco); o jornada de encontro ( os discos com Peter Gabriel) e a sagração da Primavera ( com Phil Collins nos vocais). O patinho feio, o enjeitado Collins, era um músico acima da média. Um gênio nas baterias e vocais. Peter Gabriel era um grande cantor e um artista performático. Escondia seus medos e inseguranças nas personagens que encarnava no palco. Phil Collins amargava seu ( injusto) complexo de inferioridade em litros e litros do bom e velho uísque. Juntos, o Genesis se desfaria como pó.

4 comentários em “O cordeiro desfaleceu em plena Broadway – Do Gênesis à Revelação

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: