Se todos soubessem colorir: crônica em áudio

LUIZ PIEROTTTI – Dizia Santo Agostinho que “na essência somos iguais, nas diferenças nos respeitamos”

Mas o que, de fato, é essa diferença e por que devemos a respeitar? Respeitar já não é, em si, a conclusão da convivência com algo que não nos é emocionalmente próximo? Quando pensamos em pessoas, origens, características, pluralidades, por que respeitar? O certo não seria abraçar? Talvez, até, amar?

O que, de fato, é o diverso, assim pontuado tão substantivamente ou tão adjetivamente em cochichos e apontamentos em vias públicas, entre grupinhos mais chegados à homogeneidade sináptica?

O áudio abaixo é sobre isso. É sobre o entender infantil das diferenças, contrapondo a visão infantil à imposição adulta.

(Narrativa em áudio criada por Luiz Pìerotti, vencedora do 40º Concurso Literário da UUNISO – Tema: Diversidade, 2021)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: