Sem legenda

RITA BRAGATTO – Foi no enterro do meu marido. Eu estava em estado de choque. Totalmente debilitada - física e emocionalmente. Já tinha recebido inúmeros cumprimentos afetuosos. Palavras de apoio. De carinho. De esperança. Mas me lembro muito bem: foi do amigo jornalista, Jair Italiani, que recebi, de forma prática, uma das mais lindas lições... Continuar Lendo →

O que os nonnos e nonnas ensinam sobre a velhice

RITA BRAGATTO – Em 2011, o DESA (Departamento das Nações Unidas de Assuntos Econômicos e Sociais) publicou a pesquisa “Perspectivas da População Mundial”. Nela, a Itália ocupa a quinta posição na lista de países com maior expectativa de vida, enquanto o Brasil está no 102° lugar. É claro que a Europa, em geral, oferece melhor... Continuar Lendo →

Confie na força das suas asas!

RITA BRAGATTO – Dia desses, o poeta Fabrício Carpinejar postou nas redes sociais: “Ao se apaixonar por alguém, pergunte sobre seus sonhos. Tão importante quanto o que a pessoa foi é descobrir o que ela ainda deseja ser.” Faz muito sentido, né? Uma pessoa sem sonhos é como um rio poluído: não tem vida! Estudos... Continuar Lendo →

A beleza oculta

RITA BRAGATTO - No último domingo, depois do meu treino de corrida, cheguei em casa e resolvi sentar na escada de acesso para aproveitar um pouco mais o Sol do verão europeu. Abri uma cervejinha (porque também não sou de ferro). Fiquei observando a arquitetura medieval do lugar onde vivo. Escutando a gargalhada gostosa da... Continuar Lendo →

O silêncio dos homens

RITA BRAGATTO - Faço parte de uma geração que ouviu, várias vezes, que homem não chora. Hoje, vejo o quanto essa crença teve um preço alto em meu sistema familiar. Meu pai e meu irmão morreram, precocemente, de infarto fulminante. Ok, eles se enquadravam em um grupo de risco. Eram sedentários. Fumavam. Mas, como psicanalista,... Continuar Lendo →

O corpo é o anfitrião da alma

RITA BRAGATTO – Desde que resgatei minha bike na França e a trouxe para a Itália estabeleci uma rotina diária: acordo de manhã cedo, faço meu desjejum, venço a preguiça e pego a estrada. Meu corpo, no primeiro dia, não entendeu muito bem. Como assim? Pedalar 20 km morro acima? Parecia bem contrariado. Mas bastou... Continuar Lendo →

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑