Previsão de mau tempo e memória afetiva são pretextos perfeitos para fazer bolinhos de chuva e se deliciar no feriado cinzento deste 15/11

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Em Sorocaba e em boa parte da região, esta sexta-feira preguiçosa, que marca os 130 anos da Proclamação da República, amanheceu nublada, com chuva fina e um pinga-pinga no telhado, propícios para dormir um pouco mais. Já à tardinha, o sol surgirá no céu da cidade, mas poderá desaparecer a qualquer instante atrás de nuvens carregadas, seguidas de pancadas de chuva. Clima e atmosfera ideais para preparar estas delícias caseiras com sabor de nostalgia e colocar a leitura em dia.

Na estreia de ‘Papo de Vinho’, uma conversa com Dominic Symington. Nesta 3ª (12), em SP, ele lança os rótulos alentejanos da Quinta da Fonte Souto

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Proprietário e principal executivo de sete vinícolas, entre elas a que produz os famosos portos Graham’s, o produtor luso-escocês Dominic Symington fala sobre a tradição secular de sua família no mundo do vinho, em especial, em Portugal, onde está há mais de um século, e o sucesso dos rótulos produzidos pelo clã no Douro e, agora, na região do Alentejo. Confira os melhores momentos - e goles - do encontro que tive com ele em São Paulo.

Após Nelson Mandela, símbolo da luta contra o Apartheid, o caldeirão culinário sul-africano ganhou pluralidade étnica e colorido multicultural

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Instigado pela saborosa história relatada no último post do blog Pipocando La Pelota sobre a saga da Portuguesa Santista em excursão histórica pela África, resolvi falar sobre as transformações culinárias e o grande salto de qualidade dado pelos vinhos sul-africanos, a partir dos ventos democráticos soprados pela era pós-Mandela. Para ler o artigo completo, clique em cima da figura sempre inspiradora do grande líder sul-africano.

‘Joker’ e fora da curva na taça, o vinho jerez é protagonista a partir desta 2ª (4), no Sherry Week, em workshops e endereços bacanas de SP

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Produzido há cerca de 3.000 anos na charmosa região da Andaluzia, sul da Espanha, o jerez é um vinho fortificado que desperta paixões no mundo todo. Além de fazer bonito na taça, à mesa é um curinga gastronômico perfeito, harmonizando-se com vários pratos. Sem contar que cai como uma luva, nestes dias de calor senegalesco, ao ser saboreado bem geladinho. Ele estará em cartaz, em seus vários e surpreendentes estilos, ao longo de toda a semana, durante a 4ª edição da International Sherry Week - Sherry Wines. Leia o post completo e confira outras dicas e onde degustá-los na capital.

Amante da vida, a ‘bruxa’ Frida Kahlo, a mais hedonista das artistas mexicanas, pintou a si mesma, a vida e a morte, o sete e a boa mesa

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Dia das Bruxas? Finados? Não, não se engane. Os crânios e as caveiras icônicas que levam os traços inconfundíveis de Frida Kahlo, referência artística à tradição do Dia de Los Muertos, no México, rivalizam em exposição midiática com as abóboras plastificadas e globalizadas do Halloween da cultura saxã, comemorada no mundo todo, nesta quinta-feira, 31/10. Artista transgressora e feminista, ativista política crítica e atuante, além de cozinheira de mão cheia, conheça a trajetória dessa figura marcante do século 20 que viveu à frente de seu tempo.

Peixe cru. Carne de cachorro. Inseto. Em discussão à mesa, preconceitos, tabus alimentares e a globalização do gosto

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Em seu périplo pela Ásia, o atual Presidente da República, avesso ao consumo de carnes cruas, trocou os tradicionais suhis e sashimis, símbolos globalizados da culinária japonesa, pelo bom e velho macarrão instantâneo. Noves fora predileções pessoais e preconceitos à mesa, tabu alimentar é uma questão cultural séria que exige de todo consumidor, seja ele gourmet ou não, uma reflexão mais profunda. Para não fazer feio à mesa, leia o post completo.

No dia mundial do pão, nada melhor do que um pãozinho na chapa com café de padaria para começar bem esta quarta, 16/10

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - "Acorda, Maria Bonita / Levanta, vai fazer o café / Que o dia já vem raiando / E a polícia já está de pé". Despertar pela manhã com um pão quentinho é daqueles prazeres irresistíveis que fazem a alegria de muita gente. Uma mistura milenar de farinha, água, sal e fermento que cativa o paladar e faz a diferença no café-da-manhã-nosso-de-cada-dia. Clique para ler e saboreie essa delícia agora.

Gravados na memória, os sabores de infância nos reconectam às raízes, levando-nos de volta à meninice e a sonhar com um mundo melhor

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Quando levou à boca a primeira garfada de ratatouille – um refogado de vegetais originário do interior da França, feito de modo autêntico e caseiro –, Anton Ego, o mais temido crítico gastronômico de Paris, até se esqueceu de que estava ali à mesa para avaliar o restaurante. De repente, aquele sabor fez o mundo parar, e ele pôde sentir novamente o garotinho que, depois das brincadeiras, chegava em casa para a refeição e ganhava um afago da mãe. Que, neste 12 de outubro, dia das crianças, o espírito e as lembranças dos aromas e gostos da meninice voltem a nos inspirar, ajudando a tornar a realidade atual menos dura e amarga. Clique e leia o post completo.

Não morreu Nina Horta, apenas nina em nossos corações e nos livros de cozinha a grande dama da crônica gastronômica brasileira

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Quem é fã do bem comer e de bem escrever, como este jornalista e dublê de blogueiro, ficou bem triste neste domingo, 6 de outubro. Aos 80 anos, boa parte deles dedicados aos deleites da boa mesa e da escrita esmerada, morreu desafortunadamente a cronista, escritora, colunista, tradutora e empresária Nina Horta, a grande dama do cronismo gastronômico brasileiro.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑