Dia Mundial do Meio Ambiente impõe reflexões sobre nossa relação com o planeta

SANDRA NASCIMENTO (do blog Rio Sorocaba Conta Histórias) - Devido à pandemia de Covid-19, neste ano de 2020, a semana que antecedeu o Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho, aconteceu sem muitos motivos para comemorações. O gráfico acima mostra que a curva do novo coronavírus no Brasil vem crescendo desde o primeiro caso divulgado, enquanto outros países se mantêm estabilizados. A ilustração foi desenvolvida pelos alunos da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto a partir de pesquisas. Os estudos concluíram que o país é o único no mundo a manter o crescimento do número de casos e mortes depois de 50 dias de pandemia.

A invenção da Humanidade (conto)

JOSÉ CARLOS FINEIS (Blog Conversa de Armazém) - A menina tremeu quando seu pensamento avançou um pouco mais e abarcou a ideia, até então jamais pensada por alguém, de que podia romper com as regras da tribo. Seu coração pulsou forte quando constatou que podia, se quisesse, morrer com aquele homem -- o único, dentre todos, que a cobria de agrados, ora levando-lhe as frutas mais vistosas que conseguia encontrar, ora sorrindo para ela e abraçando-a, ora passando as mãos em seus cabelos.

Ciência e Dogmatismo

MARCELLO FONTES (Blog Em toda e em nenhuma parte) - A Ciência nada tem a ver com dogmas e a aceitação de seus postulados não deve ser fruto de crença, mas de compreensão. Veremos ainda que tais postulados, diferentemente dos dogmas, não são definitivos nem muito menos absolutos. Não se crê na Ciência, mas estuda-se, reflete-se e, se for o caso, critica-se e mesmo questionam-se seus postulados, teses e conclusões. A Ciência evolui e progride deste modo, inclusive. Áudio completo do artigo narrado pelo autor disponível. Link no início do artigo.

Apaixonada por ciências naturais, a jovem Leopoldina trouxe de além-mar uma expedição que deslumbrou o mundo com a flora e a fauna do Brasil

SANDRA NASCIMENTO (Blog Rio Sorocaba conta Histórias) - Há mais de 200 anos, em 15/8/1817, partiram de Livorno, Itália, para o Brasil as naus portuguesas Dom João VI e São Sebastião. A bordo estava toda a comitiva de Carolina Josefa Leopoldina Francisca Fernanda de Habsburgo-Lorena (1797-1826), arquiduquesa da Áustria que, após 86 dias de travessia pelo Atlântico, chegaria ao Brasil em 5//11/1817, para se casar com o então príncipe Dom Pedro (1798-1834). Com Leopoldina também vieram os cientistas bávaros Johann Baptist von Spix (zoólogo) e Carl Friedrich Phillip Von Martius (médico e botânico), nomes estes bem conhecidos das Ciências Naturais do século 19.

Negação dos fatos, má fé e risco civilizatório

MARCELLO FONTES (Blog em toda e em nenhuma parte) - No campo da ciência ou das evidências claras e concretas, brigar contra fatos não é uma atitude razoável ou inteligente. Aquele indivíduo que, diante de fatos evidentes, inequívocos e empiricamente comprovados de diversos modos insiste em afirmar o oposto ou age de má fé ou tem dificuldades cognitivas sérias decorrentes de alguma patologia. Falaremos da má fé que faz com que se afirme algo nitidamente irreal. Temos visto com muita frequência situações nas quais, mesmo diante das mais fortes e demonstráveis evidências, pessoas insistem em afirmar o contrário do que a ciência, a razoabilidade e o bom senso demonstram. Isso não é uma novidade, mas tem se acentuado nos últimos anos por meio da livre circulação de ideias no universo virtual. Mas, como o momento atual bem demonstra, cada vez mais a propagação de tais negações dos fatos constituem uma séria ameaça para a civilização em termos políticos, econômicos, ecológicos e sanitários.

Jornada amalucada pelo universo

LÚCIA HELENA DE CAMARGO - O desenho “Rick e Morty”, em exibição pela Netflix, chega à terceira temporada causando comoção entre fãs, provocando elogios rasgados e entrando em muitas listas de melhores séries. A ação é concentrada em Rick, um vovô desgrenhado que vive bêbado, mas ainda assim é capaz de inventar traquitanas científicas geniais;... Continuar Lendo →

Acima ↑