6 meses

À margem esquerda trago meus erros À margem direita a inquietude Entre as duas, a água em que navega minh'alma Ela flue indecisa, indelicada Descontrolada Arranca as pedras do meu coração Lava as veias sujas que circulam Jorra sem sentido Como um touro ensandecido e machucado pelas espadas Tenho comigo que jamais encontrarei o mar... Continuar Lendo →

Fora da Margem, ano 1, ed. 3

Uma coleção sempre renovada de memes, vídeos, montagens, prints, piadas, frases e outros conteúdos que andam bombando nas redes sociais e WhatsApp. Publicações aos domingos e quartas-feiras. Atualizações a qualquer momento.

Tubaína e gengibirra: dois refrigerantes de sotaque e jeitão caipiras para brindar os seis primeiros meses do Terceira Margem

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Expressão no copo da verdadeira caipirice, bem que poderia ser uma boa marvada de alambique para brindar comme il faut a passagem dos primeiros seis meses de vida do Coletivo Terceira Margem, completados neste sábado, 14 de setembro. Porém, nada como um copo de tubaína ou gengibirra bem geladinhas, de sotaque e alma genuinamente de interior e paladares democráticos, para ser o tema deste meu 37º post e, assim marcar de forma simbólica essa data alvissareira para todos que abraçaram e navegam nesse projeto editorial.

Beijo. Bacium. Kiss. E uma lição de descompostura

FREDERICO MORIARTY (do Blog Pipocando la Pelota) - O beijo. Ou no italiano, il bacio, a língua escorre deliciosamente pela boca. Em inglês, ao pronunciarmos kiss, prendemos a língua sensualmente entre os dentes. Em alemão, não é muito agradável falar Kuss. Tem ainda o beso, em castelhano, originário do termo em latim basium. Para dizer a palavra na língua falada na Roma Antiga, exige-se a movimentação dos mesmos doze músculos necessários para tascar um delicioso beijo.

Nesta sexta-feira, 13, dia da cachaça, conheça os 10 mandamentos da birita fina e espante de vez o azar e as caninhas ordinárias do copo

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - De brega e popular à chique e para poucos. Nos últimos anos, a cachaça brasileira deixou definitivamente os botecos de esquina e os copos americanos ordinários para ganhar status de bebida de luxo e produto “tipo exportação”. Ao exibir qualidade e preços semelhantes a de um single malt ou scotch whisky de primeira linha, uma seleção de purinhas de estirpe passou a ser reverenciada por apreciadores e consumidores mais exigentes, com preços batendo em alguns casos na casa dos quatro dígitos a garrafa.

Crítica teatro: Dolores

JOSÉ SIMÕES (São Paulo) -  "Dolores" texto e direção de Marcelo Varzea, interpretação de Lara Cordulla, cenário e figurino de Márcio Macena, iluminação de Cesar Pivetti e Vania Jaconis e sonoplastia de Raul Teixeira,  encerra a temporada no Teatro da Memória, no Instituto Cultural Capobianco - São Paulo. Início o texto apresentando a equipe artística... Continuar Lendo →

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑