Sapatos

JOSÉ CARLOS FINEIS (Blog Conversa de Armazém) -- Sapatos trouxeram a desgraça para a vida daquela criança livre. Com eles, vieram a escola, o horário para acordar, as lições de casa, o bullying (usava óculos), a necessidade de tomar banho todo dia, o medo de errar, a competição para ser o primeiro da classe, a primeira briga na porta da escola, a fossa de domingo à noite, a incerteza quanto ao futuro...

Zé Muleque, o leva e traz (conto). Parte 2: Uma cabeça prestes a rolar

JOSÉ CARLOS FINEIS (Conversa de Armazém) - Às vezes me esqueço que agora sou contista, e não mais um escrevinhador de notícias policiais. A cabeça decepada que no noticiário sensacionalista aparece logo no título pode, na narrativa literária, ser cortada aos poucos, ou na última linha, ou, se o texto for uma obra aberta, até mesmo permanecer como uma sugestão ou um mistério, para que o leitor tire livremente suas conclusões do que pode ter ocorrido e a quem.

Ser escritor, o sonho de uma vida!

RUBENS NOGUEIRA (Antes que me esqueça) - Por que é tão mais fácil pensar? Tudo flui, como nos sonhos. Pôr no papel é que são elas. Tomar notas. Muitos anos depois a tarefa será factível. Cansaço físico. Lassidão. No fundo da cabeça o assunto. Quase pronto. Meu Deus, já se passaram quinze anos. Vai durar mil anos. Ou quarenta. Pensava: “não estarei aqui para ver”.

Ponte sobre o rio dos sonhos

RUBENS NOGUEIRA - Ah! Como é bom ler. Este burro velho, eterno aprendiz, tem a alma lavada diante do texto de Monica de Bolle (Revista Época, 12-11-18) (*). Ela cita Fernando Pessoa: “Da distância imprecisa, e, com sensíveis/ movimentos da esperança e da vontade,/ Buscar na linha fria do horizonte/ A árvore, a praia, a... Continuar Lendo →

A taça de sorvete

JOSÉ CARLOS FINEIS - Não me sinto culpado por ter sido uma criança difícil, por um motivo muito simples: não existe criança fácil. O que existe é criança mais ou menos difícil. Também não perco tempo pensando em que categoria – se mais ou menos difícil – eu poderia ter sido classificado. Acredito (e obviamente... Continuar Lendo →

Cultura Brasileira

RUBENS NOGUEIRA - O Jornal do Brasil dedicou uma página inteira ao livro “Cultura Brasileira hoje: diálogos”, mostrando, graças a Deus, que o mais que centenário veículo de comunicação – impresso e digital – está aí para incentivar os valores eternos da Educação e da Cultura. A autora do livro enriquece a reportagem com o... Continuar Lendo →

Roberto Marinho, mecenas brasileiro

RUBENS NOGUEIRA - Há tempos eu não sentia o fenômeno mental que um filósofo moderno resumiu na frase: “Nós somos o que lembramos.” Aconteceu quando li que a casa em que morou por muitos anos o doutor Roberto Marinho foi transformada em Centro Cultural – muito apropriadamente batizada como “Morada da Arte”. A casa fica... Continuar Lendo →

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑