De todas as paixões da minha vida, Ana Maria foi a mais dolorida, a mais sentida. Doce como a tangerina, amarga como a existência

FREDERICO MORIARTY - Por que algumas mulheres têm um odor inconfundível? Umas cheiram como as manhãs do mato, outras um trem sem destino, muitas apenas um perfume barato, mas que penetra pelas narinas, agrada aos olhos e não deixa que passem despercebidas. Ana Maria não era assim. Aquela mulher alta, de pernas grossas e uma... Continuar Lendo →

Muito além de Hiroxima e Nagasaki: as Olimpíadas de Tóquio em 1964

FREDERICO MORIARTY - Na ensolarada tarde de 2 de setembro de 1964, a tocha olímpica chega ao arquipélago de Okinawa, no Japão. Era o primeiro ato das Olimpíadas da Bondade. As escolhas olímpicas foram simbólicas. Okinawa foi palco de batalhas cruentas da Segunda Guerra. A data, 2 de setembro, foi a do armistício japonês com... Continuar Lendo →

Queimem Borba Gato, Anhanguera e asseclas

FREDERICO MORIARTY - "A história é um velho museu abandonado, todavia vivo e pulsante. As janelas estão quebradas e há frestas por todos os cantos, vítimas da passagem inexorável dos dias e estações. Então, vez ou outra, o vento — gélido ou cálido —, as chuvas — torrenciais ou intermitentes —, penetram nos aposentos e... Continuar Lendo →

Vasos incomunicáveis

Meu coração é a esquina de uma pedraRígidaInerteÁsperaTrabalhada pelo ventoEsculpida à chuvaCansada ao tempoMeu coração descuidadoResolveu bombear sangue ao infinitoEsqueceu das próprias veiasQue ficaram secas feito pedraSolitáriaDoloridaSem vidaMeu coração não tem mais jeitoJaz em silêncio contínuoPulsa por teimosiaA esperaDo que nunca virá ( Frederico Moriarty, junho, 3, 2021)

Ano 1000, Ano 2020

FREDERICO MORIARTY " O primeiro anjo tocou. Saraiva e fogo, misturados com sangue, foram lançados à terra; e queimou-se uma terça parte da terra, uma terça parte das árvores e toda erva verde... O segundo anjo tocou. Caiu então no mar como que grande montanha, ardendo em fogo, e transformou-se em fogo uma terça parte... Continuar Lendo →

O fim está próximo…Soylent Green e o ano de 2022

FREDERICO MORIARTY - Harry Harrison foi um dos mais prolíficos escritores de ficção científica norte-americano. Make room. Make room!! ( Abram espaço, abram espaço!) foi publicado em 1966. Sete anos depois ganhou o Nebula de melhor roteiro adaptado para o cinema. Serviu para o filme Soylent Green de Robert Fleischer. Em Portugal o título virou... Continuar Lendo →

O cordeiro desfaleceu em plena Broadway – Do Gênesis à Revelação

FREDERICO MORIARTY - Quase 1 ano de muitos ensaios, shows e apresentações e a banda pensa em desistir. Pudera, o LP " From Genesis to Revelation " vendera apenas 649 cópias. Mike Rutherford, o baixista, levantou três problemas a resolver: mais ensaios, redefinir o estilo musical da banda e orientar as lojas, afinal o LP... Continuar Lendo →

A primeira noite de um homem e os sons do silêncio

FREDERICO MORIARTY - Michael Peschkowsky faria 90 anos em novembro. Aos 8, ele e a família conseguiram fugir do nazismo na Alemanha. Tornou-se dramaturgo e virou Mike Nichols. Único artista a ganhar as 4 estatuetas dos diversos prêmios de entretenimento (Oscar, Tony, Emmy e Grammy). Em 1966 adaptou "Quem tem medo de Virginia Woolf?", para o cinema, uma... Continuar Lendo →

Nenhuma glória para Jesse Owens

FREDERICO MORIARTY - No ano em que Hitler chegava ao poder ele venceu 75 das 79 provas que disputou. Ganhou uma bolsa na Universidade de Ohio. Dois anos depois, numa ensolarada manhã de verão, o rapaz negro que era obrigado a trabalhar de engraxate para poder continuar estudante, realizou o maior feito da história do... Continuar Lendo →

As mil peles da serpente

 FREDERICO MORIARTY - Corria o frio inverno de 1920 na Alemanha. A miséria estava em todas as cidades e cantos do país. Os trabalhadores que tentavam reconstruir a nação carregavam sacos de dinheiro recebidos como salário, entretanto tais sacos mal permitiam que se comprasse pão e manteiga. Hitler começa a fazer discursos cada vez mais... Continuar Lendo →

Itinerários Formativos

FREDERICO MORIARTY Introdução: em 2018 foram aprovados pelo MEC as BNCCs ( base nacional curricular comum). O ensino deveria acabar com a rigidez das " disciplinas" tradicionais. No lugar de Geografia, Filosofia e História teremos Ciências Humanas, por exemplo. As escolas deveriam criar no "contra-turno" os Itinerários Formativos. Novos caminhos, novas direções não conteudísticas, novos... Continuar Lendo →

Quantos filmes você já assistiu na sua vida? Nove.

FREDERICO MORIARTY - Vladimir Propp, linguista russo, lança em 1928 (no Brasil chegou 50 anos depois), a Morfologia do Conto Russo. Estudou mais de 100 contos maravilhosos de várias épocas da Rússia. Encontrou em sua estruturas internas. São 7 personagens que se repetem: o herói, o falso herói, o antagonista, o doador, o auxiliar, o... Continuar Lendo →

As chuteiras douradas da vitória

BLOG DO FREDERICO MORIARTY - Era a quinta Copa que assistiria. A primeira foi a de 1978 com o futebol medroso de Cláudio Coutinho, o soldado que gostava de atirar corpos de "comunistas" dum helicóptero para as profundezas do Atlântico. Cansado das derrotas anteriores - principalmente nas copas de 1982 e 1986, com Telê e seus times mágicos...

As três mortes de Alexandria

TERCEIRA MARGEM - 2 ANOS DO COLETIVO DE BLOGUEIROS 14/03/2019 - 14/03/2021 FREDERICO MORIARTY - Os pragmáticos e utilitaristas norte-americanos guardam tudo. Tem até museu da bateria na terra dos Bush. Os franceses adoram colecionar o passado. Paris tem o museu dos museus, o Louvre. O palácio imperial japonês está intacto há mais de mil... Continuar Lendo →

Apolo, Jacinto e Zhefiro: vida, ciúme doentio, morte e eternidade

FREDERICO MORIARTY - Entre as muitas esposas e seus muitos filhos, Zeus enamorou-se de Leto, a deusa do anoitecer. Do amor nasceram os gêmeos Artemis, a deusa da caça e Apolo. Apolo e Artemis eram de uma beleza estonteante. Apolo é um dos mais importantes deuses do panteão grego. Um deus masculino fisicamente perfeito, Apolo... Continuar Lendo →

Je Vous Salue, Marie

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - A ditadura acabara no ano anterior e eu, jovem caipira, migrara pra São Paulo fazer Direito na PUC. O clima ainda era tenso. Não se tinha certeza se a democracia permaneceria. 1984 foi o ano das Diretas Já! Depois de muitos anos, as multidões voltaram às ruas. Os comícios em março e abril daquele ano juntavam milhares de brasileiros lutando por eleições para presidente...

Escuta Zé Ninguém e a função do orgasmo

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando la Pelota) - Você é um "Zé Ninguém", um "homem comum". Reflita sobre o duplo sentido dos termos “pequeno” e “comum”. Não fuja! Tenha a coragem de olhar para si mesmo! “Que direito você tem de me passares sermão?”, é a pergunta que vejo nos seus olhos assustados. É a pergunta que ouço na sua língua insolente, zé-ninguém.

Futebol em transe

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Na sua mais longa edição, o Palmeiras conquistou seu segundo título na Taça dos Libertadores ( como dizem os portugueses) enfrentando o tradicionalíssimo Santos. Os dois times contavam com vários jogadores " da base". Mas com uma sutil e crucial diferença: o Santos o fazia por necessidade econômica e o Palmeiras por opção tática e técnica do interino Cebola e depois do técnico Abel Ferreira.

A sombra em nossa personalidade e o arquétipo do bode expiatório

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Caravaggio recriou o mito de Judith e Holofernes no quadro que abre este texto. Judith é viúva. Sua cidade foi invadida e há desesperança entre as gentes. Ninguém é capaz de derrotar o conquistador Holofernes. Utilizando da sedução e malícia, a viúva embriaga o soldado, penetra em sua alcova, onde termina por decapitar o poderoso homem...

Uma revolução cinematográfica: 2001, uma Odisseia no Espaço

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - São duas tribos de homens pré-históricos. Na primeira cena, o grupo derrotado se retira da fonte hídrica e, cabisbaixos, escondem-se nas cavernas. Na aurora, eles encontram um assustador e perfeito monólito negro. Os hominídeos tocam o totem espacial. Um deles logo após o contato tem uma visão ao pisar em restos mortais de animais. Numa nova disputa pela água com a tribo vizinha, eles continuavam derrotados...

As muitas faces do Poderoso Chefão

FREDERICO MORIARTY )Blog Pipocando La Pelota)- Conheci Mario Puzo aos meus 12 anos. Era uma coleção de banca da Abril "Grandes Sucessos". Um livro a cada 15 dias. Meu pai, filho de um italiano nascido em Sernaglia de la Bataglia e emigrado para o Brasil em fins do século XIX, desafiou-me: "Se garantir que vai ler 1 livro a cada 15 dias, eu compro". A saga de Vito...

Maradona

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Corria o ano de 1984. Diego estava num time pequeno da Itália. Saíra endividado e destruído de Barcelona, enganado por mais um dos vários dirigentes esportivos que passaram pela sua existência no futebol. A cidade de Nápoles iria se tornar sua outra pátria. Nascido numa favela miserável de Buenos Aires, na região de Lanús, Diego fora contratado num blefe fantástico do presidente do Napoli.

Janela Indiscreta: em tempos de pandemia o voyeurismo de Hitchcock ganha atualidade

FREDERICO MORIARTY - Dashiell Hammet e Raymond Chandler elevaram o romance policial a escala dos clássicos. A estética noir é simples e repetitiva. Ninguém é santo. Todos somos corruptos e temos um lado mal (alguns talvez só tenham este lado). Desconfie sempre das pessoas boas demais, elas são desequilibradas. Nos romances noir, a justiça é... Continuar Lendo →

Asherah, a esposa de Deus

FREDERICO MORIARTY - No princípio era o caos e dele nasceu Gaia, a deusa da terra, da formação e geração de todas as coisas. Gaia foi a parteira dos deuses, dela nasceram Urano, Oreias e Orestes, além dos 12 Titãs. Gaia é deusa grega e romana. No Olimpo Zeus possuía uma esposa e irmã, a... Continuar Lendo →

A viagem de Kafka pelo Rio de Janeiro

FRDERICO MORIARTY - Tive acesso a uma dissertação de Mestrado da UERJ. Trata-se de um estudo sobre o carnaval carioca dos anos 20.Existe uma longa passagem, desconhecida por biógrafos e estudiosos, da estadia de um famoso escritor no Rio de Janeiro. Apresento-lhes em primeira mão: Franz encontrava-se bastante doente em 1924. O médico, ciente da... Continuar Lendo →

Distopias, o lado cético das pandemias

FREDERICO MORIARTY - Thomas Morus publicou o livro "A Utopia" em 1516, sua última obra. O antigo conselheiro de Henrique VIII caiu em desgraça após a defesa do casamento do rei inglês e contra a anulação. Henrique VIII, como todo bom monarca, mandou matar o filósofo, conseguiu a anulação do primeiro casamento e de quebra... Continuar Lendo →

Carta inédita de Escobar a Capitu

Estes dias deixaram em minha surrada caixa de correio, uma pequena caixa de papelão envolvida naqueles papéis rosa de mercearia barata. Dentro havia uma correspondência antiga tendo como destinatário FREDERICO MORIARTY. Reproduzo-a abaixo e com exclusividade para os leitores do Terceira Margem pelo inestimável valor estórico e por entender ser verídica e autêntica sua origem.... Continuar Lendo →

Os outros

FREDERICO MORIARTY (CRÔNICA) Ela colocou o melhor e mais caro biquíni. Amarrou no ponto exato em que o derrieré parece maior e mais arredondado. Não só isso, o nó servia para ressaltar o corpo e o desejo de quem visse. Parou em frente a cascata artificial. Deixou algumas gotas respingar sobre o corpo e começou... Continuar Lendo →

Feiticeiras, Sabás, a Santa Inquisição e a caça às bruxas

FREDERICO MORIARTY - Marina Raskova, Yekaterina Budanova, Maryia Smirnova e Yevendokia Bersghanskaia eram as Naschthexen. Pilotas da Aeronáutica Soviética, elas pertenciam ao 588° Regimento de Bombardeiros Aéreos. Voavam com um teco-teco de madeira e lona utilizado para pulverizar o campo comunista até 1942. Tornou-se um dos únicos regimentos femininos de toda a 2° Guerra.

Em algum lugar do passado

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Estamos em 1980 e uma nonagenária entrega um relógio a um belo rapaz. Trata-se de um relógio de bolso datado de 1912. A peça vem acompanhada de uma fala "volte para mim". O rapaz depois de muitas tentativas, consegue retornar ao passado. Entrega o relógio a uma jovem atriz de 20 anos. Era a mesma senhora que lhe deu o relógio 68 anos depois.

Kathrine Switzer: correndo contra o machismo

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Filha de um major norte-americano alocado em Amberg, na Alemanha ocupada, Kathrine Switzer veio para os Estados Unidos aos 2 anos de idade por conta da divisão política do país em duas Alemanhas ( 1949). Boa aluna e excelente escritora, Kathrine decidiu fazer o curso de Comunicações. Suas notas a levaram até a Syracuse University, em Nova York...

As mulheres na Antiguidade Clássica

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - A cidade-estado de Eraclea estava protegida das invasões persas por imensos muros. Mas naquela manhã de 475 a.C., os habitantes viram um cortejo diferente: uma bela mulher vestida de guerreira, com vestais dançando à sua volta, caminhava em direção ao oráculo das deusas. Atrás dela havia uma imensa urna, um baú dourado...

Divino é meu Pai. Divino é da Guia, o Ademir, filho de Domingos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Alfredo Metidieri foi empresário da tecelagem em Votorantim e Sorocaba. Fanático por futebol, tornou-se presidente do E.C. São Bento nas décadas de 60 e 70, auge do azulão sorocabano. Em 1976, apoiado pelos clubes do interior, virou presidente da Federação Paulista de Futebol ( FPF). No Paulistão daquele ano o Palmeiras veio...

Love Story. A mais triste das histórias de amor do cinema faz 50 anos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Erich Segal era um atleta regular. Em 1964 teve seu melhor resultado na Maratona de Boston. Terminou em 64° lugar com o tempo de 2h56'. Tornou-se professor de grego e latim clássico na Universidade de Harvard. Seu doutorado foi sobre Plauto. Pra melhorar a renda escrevia roteiros e tentava vendê-los para Hollywood...

Pretty Woman: ‘Uma linda mulher’ faz 30 anos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Filmes comerciais são sempre execrados e achincalhados. "Uma Linda Mulher" era machista (hoje seria tachado de sexista) e inverossímel. Como acreditar no amor entre um lindo bilionário, frio e calculista, e uma prostituta de rua e do baixo meretrício, com suas falas grosseiras e roupas obscenas.

Os arquétipos femininos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Carl Gustav Jung definiu os arquétipos e o inconsciente coletivo em sua obra de 1933. Segundo Jung, um dos fundadores da Sociedade Psicanalítica junto com Freud, primeiro o sucessor natural do médico vienense e depois inimigo mortal do mestre, os arquétipos seriam imagens primordiais pertencentes a uma diversidade de culturas e civilizações, com as mesmas características.

Lilith, a Lua Negra

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - O blog inicia uma série de seis textos sobre a identidade feminina. Neste primeiro post, temos Lilith, depois as mulheres na Antiguidade, os arquétipos femininos, duas visões literárias: uma com Machado de Assis e outra com Nelson Rodrigues. O ciclo termina com bruxas e feiticeiras. Não perca nenhum capítulo!

Janete Clair: a rainha das telenovelas brasileiras

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Jenete Emmer nasceu em 1925 nas Minas Gerais. Para ajudar a família, aos 14 anos fazia bico de locutora de rádio. Depois trabalhou em farmácia e de datilógrafa. Voltou para as rádios. Aos 25 anos casou-se com o escritor Dias Gomes. Por ser comunista, Gomes foi perseguido e o casal mudou-se para o Rio no início dos anos 60.

As personas de Oscar Wilde em “O Retrato de Dorian Gray”

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Raramente a obra de um artista confunde-se com a vida do mesmo. Escritores visionários transcendem sua insignificância, ou entram num conflito interno em que a arte nega a existência e vice-versa. Interpretar grandes obras nos é tortuoso, pois a primeira tentação é buscar nas experiências individuais as pistas para entendermos a questão estética.

Nada irá bater tão forte quanto a vida. Rocky, um lutador.

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - A derrota no Vietnã abalara a moral conservadora norte-americana. O país passara quase 11 anos no Sudeste Asiático. Perdeu-se por lá US$ 1,5 trilhões e 59.000 soldados, mesmo tendo jogado mais bombas contra os vietcongs do que em toda a 2ª Guerra Mundial. Movimentos em defesa da paz, luta pelos direitos civis, recessão econômica e escândalos políticos complicavam a atmosfera conturbada do país.

Rei Pelé: 80 anos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quarta feira, 19 de novembro de 1969. Eu estava prestes a completar 2 anos de idade. O Jornal Nacional noticiava a segunda viagem do homem à Lua. Mas nada superava a ansiedade em assistir o jogo pelo Roberto Gomes Pedrosa, o Brasileirão dos anos 60. De um lado do Maracanã, o Vasco da Gama. Doutro, o imortal Santos Futebol Clube. Em campo, o sobrenatural rei do futebol...

Eu quero uma casa no campo. A filosofia de Epicuro

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quintus Horatius Flaccus, poeta romano dos fins da República e início do Império, tem duas palavras insertas num verso do seu “Carminum I, 11” muito conhecidas e decerto pouco entendidas. Dum loquimur fugerit invida aetas: carpe diem, quam minimum credula postero.

César Lemos: o mais provocador e carismático atacante e maluco da S.E.Palmeiras

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - O jornalista Roberto Silva da Rádio Bandeirantes não perdoou e revelou ao vivo que César Maluco passara mais uma noite na balada. O atacante do Palmeiras entre 1967 e 1974 ficou uma vara. "- O Roberto, por que fez isso?" "- Porque você estava na balada, César..." Para continuar lendo, clique no título ou na foto do jogador.

Todos a Bordo – Diário de um Pandemônio (Maio/2020)

TODOS A BORDO (DIÁRIO DE UM PANDEMÔNIO) - Algo assim como o diário de bordo de uma embarcação, em que os tripulantes ou passageiros tenham a liberdade de acrescentar uma página, sempre que sentirem a necessidade de se expressar sobre algum aspecto da realidade exterior ou interior. Assim pretende ser o blog “Todos a Bordo - Diário de um Pandemônio”, produção conjunta dos integrantes de Terceira Margem - Coletivo de Blogueiros Independentes, que estreou numa quinta-feira, em 7 de maio deste 2020.

O Futebol Total holandês: como a Laranja Mecânica revolucionou o esporte nos anos 70

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Dirceu parecia Gulliver na Terra de Brobdingnag. A personagem de Jonathan Swift deixara Lilliput onde era um gigante em meio à monarquia e agora via-se frente a homens 11 vezes maiores. O ponta falso Dirceu vestia a mística camisa da Seleção Brasileira, terra do sobrenatural Pelé e que havia ganhado 3 das últimas 4 copas. Atordoado em toda a partida, o Brasil desceu o sarrafo na Holanda...

São Pedro e a História do Vaticano

FREDERICO MORIARTY - O Latium estava à margem esquerda do rio Tibre. Ali floresceu uma pequena civilização, a dos Latinos. Com o tempo, os Latinos se juntaram aos Etruscos, Sabinos e Albigenses. Protegidas por 7 colinas, as terras muito baixas da margem do rio viram nascer a Cidade Eterna, Roma. O conflito e a discórdia... Continuar Lendo →

Rock IV: Guerra Fria sem fim

FREDERICO MORIARTY - Em menos de três anos morreram três líderes soviéticos. A crise política era acentuada pela econômica. A corrida armamentista consumia 10% do PIB norte-americano e 40% da renda do país comunista. A solução era trazer um jovem economista para o Politburo: Mikhail Gorbatchev. O camarada Gorbi adotou uma política de contenção e... Continuar Lendo →

O dia em que o São Bento derrotou Pelé

FREDERICO MORIARTY - Havia 10 anos o time sorocabano se profissionalizara. No ano anterior, após uma batalha histórica na final contra o alvirrubro América de São José de Rio Preto, o São Bento conseguira o acesso para a Divisão Especial do Campeonato Paulista. Time de bons jogadores - que depois se destacaram fora de Sorocaba... Continuar Lendo →

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: