A sombra em nossa personalidade e o arquétipo do bode expiatório

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Caravaggio recriou o mito de Judith e Holofernes no quadro que abre este texto. Judith é viúva. Sua cidade foi invadida e há desesperança entre as gentes. Ninguém é capaz de derrotar o conquistador Holofernes. Utilizando da sedução e malícia, a viúva embriaga o soldado, penetra em sua alcova, onde termina por decapitar o poderoso homem...

As mulheres na Antiguidade Clássica

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - A cidade-estado de Eraclea estava protegida das invasões persas por imensos muros. Mas naquela manhã de 475 a.C., os habitantes viram um cortejo diferente: uma bela mulher vestida de guerreira, com vestais dançando à sua volta, caminhava em direção ao oráculo das deusas. Atrás dela havia uma imensa urna, um baú dourado...

Os arquétipos femininos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Carl Gustav Jung definiu os arquétipos e o inconsciente coletivo em sua obra de 1933. Segundo Jung, um dos fundadores da Sociedade Psicanalítica junto com Freud, primeiro o sucessor natural do médico vienense e depois inimigo mortal do mestre, os arquétipos seriam imagens primordiais pertencentes a uma diversidade de culturas e civilizações, com as mesmas características.

Lilith, a Lua Negra

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - O blog inicia uma série de seis textos sobre a identidade feminina. Neste primeiro post, temos Lilith, depois as mulheres na Antiguidade, os arquétipos femininos, duas visões literárias: uma com Machado de Assis e outra com Nelson Rodrigues. O ciclo termina com bruxas e feiticeiras. Não perca nenhum capítulo!

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: