‘Ainda bem’ que tem ‘tubaína’

LUCY ROCHA - Saúde, educação, saneamento básico, água potável, comida e moradia para todos. Na pauta da distorcida direita brasileira nada disso tem lugar por um motivo muito simples: essas pessoas não têm nenhum desses problemas. Para elas, essas questões são igual caviar: nunca vi, nem comi, eu só ouço falar.

Negação dos fatos, má fé e risco civilizatório

MARCELLO FONTES (Blog em toda e em nenhuma parte) - No campo da ciência ou das evidências claras e concretas, brigar contra fatos não é uma atitude razoável ou inteligente. Aquele indivíduo que, diante de fatos evidentes, inequívocos e empiricamente comprovados de diversos modos insiste em afirmar o oposto ou age de má fé ou tem dificuldades cognitivas sérias decorrentes de alguma patologia. Falaremos da má fé que faz com que se afirme algo nitidamente irreal. Temos visto com muita frequência situações nas quais, mesmo diante das mais fortes e demonstráveis evidências, pessoas insistem em afirmar o contrário do que a ciência, a razoabilidade e o bom senso demonstram. Isso não é uma novidade, mas tem se acentuado nos últimos anos por meio da livre circulação de ideias no universo virtual. Mas, como o momento atual bem demonstra, cada vez mais a propagação de tais negações dos fatos constituem uma séria ameaça para a civilização em termos políticos, econômicos, ecológicos e sanitários.

Democracia, multiculturalismo e reconhecimento

MARCELLO FONTES (Blogueiro Convidado) - Cada indivíduo ou grupo deve ter sua identidade reconhecida, pois como dizia o filósofo canadense Charles Taylor “o reconhecimento errôneo não se limita a faltar ao devido respeito, podendo ainda infligir uma terrível ferida, aprisionando suas vítimas num paralisado ódio por si mesmas. O devido reconhecimento não é uma mera cortesia que devemos conceder às pessoas. É uma necessidade humana vital”.

Zé Muleque, o leva e traz (conto). Parte 3 (final): Nada que um bolo não resolva

JOSÉ CARLOS FINEIS (Conversa de Armazém) - "Ora, quem diria. O filho do velho boticário meu amigo bancando jagunço de novela. Seu pai era um grande homem e deve estar lá no Céu, morrendo de vergonha de você, seu corno manso. Quem mais está aí? Venham aqui para a frente. Sejam homens, saiam das sombras. Vamos conversar e resolver a situação com saliva, pois com chumbo, não sei se vocês perceberam, alguém certamente não vai dormir em sua cama esta noite."

A Rede Vespa: ferroadas para refletir

LÚCIA HELENA DE CAMARGO (Blog Todas as Telas) - Baseado em acontecimentos reais, Wasp Network, além de ser uma boa história, pode convidar à reflexão. Até que ponto alguns estão dispostos a ir para defender uma ideologia?

Meu amigo arcebispo

JOÃO MAURÍCIO ROSA (BLOGUEIRO CONVIDADO) - Nunca fui de me gabar, mas desta vez não vou deixar passar batido. Eu tinha em meu rol de amigos um que era arcebispo de Porto Velho (RO). A notícia da morte no dia 17/06 de Dom Moacyr Grechi me deixou triste e frustrado, pois nesta quinta-feira, dia 27,... Continuar Lendo →

Tapas na escória, com luvas vermelhas

LÚCIA HELENA DE CAMARGO - Uma juíza é encarregada de investigar empresários envolvidos em falcatruas, enriquecimento ilícito, negociatas inexplicáveis e evasão de recursos públicos. Os termos são bem conhecidos de todos que lêem jornal ou assistem à televisão no Brasil. Mas neste caso trata-se do enredo do filme “Comédia do Poder” (L'ivresse du Pouvoir ,... Continuar Lendo →

Baobá: do estudo ao convívio

LUIZ PIEROTTI - O espaço de reuniões é aconchegante e familiar. Um café fresquinho nos espera em uma sala com diversas almofadas dispostas em círculo no chão. Ali acontecem os encontros do Grupo de Estudos Negros Baobá. Nascido da necessidade de discussão e compartilhamento de ideias e obras que abordassem a negritude, o Baobá vai... Continuar Lendo →

Aplausos só para quem mata

GERALDO BONADIO - Guararema, um dos municípios mais tranquilos e menos povoados da Grande São Paulo, foi escolhido, há poucos dias, como alvo de uma quadrilha especializada em assaltos a agências bancárias. Apoiados num meticuloso trabalho de planejamento, o grupo, como de hábito, mobilizou uma equipe fortemente armada e desfechou o golpe. Desta vez, porém,... Continuar Lendo →

A ratoeira

JOSÉ CARLOS FINEIS - O velho passou meses levando vasilhas com líquidos, canos, latas, engrenagens e toda sorte de ferramentas e engenhocas para cima da laje de sua loja – várias semanas de trabalho duro e misterioso que entrava pelas madrugadas – porque sabia que, mais dia menos dia, eles chegariam. E eles chegaram. Na... Continuar Lendo →

É coisa nossa!

PAULO BETTI - Filipe Martins, assessor especial do presidente Jair Bolsonaro para assuntos internacionais, é tema de reportagem da revista Época sob o título "Robespirralho" -- um trocadilho com o nome de um dos líderes da Revolução Francesa, Maximilien Robespierre. Pra quem não sabe, o jovem conselheiro Filipe Martins é de... Bem, veja o vídeo!... Continuar Lendo →

Acima ↑