Noturno em Catanduva

RUBENS NOGUEIRA (Antes que me Esqueça) - Ele cuidou dos documentos para que a viagem não exigisse dinheiro: o passe de um aposentado. Naqueles tempos os ferroviários e parentes podiam viajar de graça até morrerem. Ele ficou com o documento certo. O meu era uma cópia falsificada.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: