‘Ainda bem’ que tem ‘tubaína’

LUCY ROCHA - Saúde, educação, saneamento básico, água potável, comida e moradia para todos. Na pauta da distorcida direita brasileira nada disso tem lugar por um motivo muito simples: essas pessoas não têm nenhum desses problemas. Para elas, essas questões são igual caviar: nunca vi, nem comi, eu só ouço falar.

Brasil: sobre os ombros da servidão voluntária

LUIZ PIEROTTI - Por volta de 1549, um jovem francês chamado Étienne de La Boéti escrevia um discurso intitulado “Servidão Voluntária”. Nele, tratava do absolutismo francês e de como os servos desses reis voluntariamente aceitavam o totalitarismo imposto. Apesar dos quase 500 anos que nos separam do pensador francês, muitas de suas ideias ainda podem elucidar comportamentos frequentes da contemporaneidade .

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: