Descubra a origem do milho e das festas juninas, tradição paulista e brasileira em que o versátil e festejado grão dourado vira o rei à mesa

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Onipresente à mesa nesta época do ano, o milho reina absoluto nas festas juninas. Imediatamente ele é associado às tradições dos santos mais comilões e festeiros do catolicismo. Embora as comemorações deste ano não possam reproduzir a atmosfera de confraternização e alegria das quermesses por conta da quarentena, vale a pena sentir todos os sabores juninos feitos a partir desse grão ancestral de origem mexicana, que é uma preciosa contribuição alimentar e cultural do Novo Mundo às diferentes culinárias do planeta.

Sinônimo de inverno, a recém-colhida safra do pinhão faz salivar os fãs da semente da pinha na estação mais fria do ano e nos festejos juninos

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - “Pinhão quentinho! / Quentinho o pinhão! / E tu bem juntinho / Do meu coração”. Assim como os versos do poeta e escritor gaúcho Mario Quintana, o saboroso fruto da araucária, ao lado das baixas temperaturas nestes últimos dias, anteciparam a chegada do inverno na região e o gostinho das festas juninas, onde ele é um dos protagonistas à mesa. Com os termômetros flertando esta semana, entre os 12º C e 18ºC, é hora de colocar para cozinhar essa delícia típica da estação e desfrutá-la em várias receitas. Para ler este artigo e outras dicas do blog, clique no título ou na foto acima.

Na caneca de ágata, os clássicos quentão e vinho quente brindam os santos caipiras nesta 2ª, 29, ao fim do ciclo junino

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Neste domingo, 29 de junho, data em que se comemora o martírio dos santos festeiros Pedro - um dos doze discípulos que renegou Cristo por três vezes mas foi o escolhido para ser o chefe da Igreja e guardião das chaves dos portões celestiais - e Paulo, o apóstolo dos Gentios e cujo nome original era Saulo de Tarso, fecha-se enfim o ciclo dos festejos da tríade de santos juninos.

Patrimônios da mesa caipira, tentações de milho, como a pamonha e o curau, reinam à mesa nos festejos juninos

MARCO MERGUIZZO - "Pamonhas, pamonhas, pamonhas... Pamonhas caseiras, pamonhas fresquinhas! Pamonhas de Piracicaba! É o puro creme do milho verde!" Vendidas no passado em velhas Kombis equipadas com potentes alto-falantes que perambulavam por Sorocaba e região, quem não se recorda com boa dose de nostalgia desse bordão que anunciava o quitute à base de milho,... Continuar Lendo →

Acima ↑