Saracura-do-brejo: ela é discreta e se esconde no silêncio. Seu canto anuncia chuvas*

SANDRA NASCIMENTO (Rio Sorocaba Conta Histórias/ Da série Fauna do Sorocaba) - A saracura-do-brejo gosta de viver nas áreas alagadas e de vegetação densa. As cores na plumagem ajudam a camuflá-la nas matas, onde é mais fácil ouvi-la do que vê-la. Em todas as terças e sextas, neste blog, informações sobre os bichos do rio Sorocaba.

Ong internacional oferece apoio cultural à produção de documentário sobre o rio Sorocaba

SANDRA NASCIMENTO (Rio Sorocaba conta Histórias) - A equipe da Loja de Ideias, que desenvolve um videodocumentário sobre o rio Sorocaba, recebeu, no último dia 20 de dezembro, a visita de Alexandra Magalhães Zeiner, presidente da Associação Mulheres pela Paz - Frauen für Frieden e. V. Augsburg. O motivo da visita foi a confirmação de um apoio cultural dessa ong à produção do documentário.

Projeto de documentário sobre o rio Sorocaba recebe apoio da Associação Mulheres pela Paz – Frauen für e V. Augsburg

SANDRA NASCIMENTO (Blog Rio Sorocaba Conta Histórias) - “Sorocaba, o rio que reviveu”, o projeto de produção de um documentário sobre o rio Sorocaba, que tem neste blog o seu porta-voz, recebeu recentemente o importante apoio da Associação Mulheres pela Paz - Frauen für e V. Augsburg, por meio de sua coordenadora e embaixadora da paz na Alemanha (pelo Círculo Universal dos Embaixadores da Paz Suíça/França), Alexandra Magalhães Zeiner.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 61

FORA DA MARGEM – A gripezinha, quem diria, pegou o presidente norte-americano Donald Trump. A criticada decisão do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que revogou regras de proteção das áreas de manguezais e de restingas, avalizada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em meio às constantes queimadas do Pantanal. Estes e outros assuntos para lá de preocupantes da política nacional e internacional, que bombaram nos últimos dias de setembro, são destaque desta primeira edição de outubro do Fora da Margem, que está irresistível. Não deixe de conferir e se divertir.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 59

FORA DA MARGEM – As queimadas no Pantanal e o desmatamento da Amazônia. A disparada do preço do arroz e da cesta básica. E, como não poderia deixar de ser, o costumeiro "E daí"? presidencial. Pior: a pasmaceira das instituições e a inexplicável indiferença da sociedade brasileira diante do caos ecológico e econômico do país, dos mais de 13 milhões de desempregados e da normalização da transmissão da Covid, com quase 1.000 vítimas diárias, e o vírus à espreita em bares, shoppings e praias hiperlotados. Embora pudessem integrar um filme de horrores, todos esses assuntos estão nesta edição dominical e sempre inédita do Fora da Margem. Não deixe de dar uma espiada.

Aos olhos perplexos do mundo um Verde Brasil vai se tornando cinza

SANDRA NASCIMENTO (Blog Rio Sorocaba conta Histórias) - No Brasil, diferente do lendário bem-te-vi que vendo o incêndio na floresta tentou, confiante, apagar o fogo levando água no bico, o cidadão comum se sente um tanto impotente diante das tomadas de decisões do governo federal, que, conivente com os incêndios, investe nas ações comprometidas com os setores mais atrasados do agronegócio.

Os povos indígenas do Brasil seguem resistindo contra madeireiros, garimpeiros, fazendeiros e a covid-19, enquanto aguardam ajuda da pátria mãe gentil

SANDRA NASCIMENTO (Blog Rio Sorocaba Conta Histórias) - Os índios brasileiros enfrentam atualmente, além de todos os retrocessos da política ambiental que está sendo imposta ao país e ao mundo, as consequências da covid-19, doença que nos últimos quatro meses dizimou centenas de nativos. Em 27 de julho, estavam confirmados 18.854 casos e 581 mortes. Em 30 de julho, já eram 20.809 casos e 599 mortes.

Aos 105 anos, represa de Itupararanga ainda causa deslumbramento

SANDRA NASCIMENTO - Era o dia 26 de maio de 1914 quando a Usina Hidrelétrica de Itupararanga foi oficialmente inaugurada pela São Paulo Eletric, coligada à empresa anglo-canadense Light. Para tanto, o lago da nova hidrelétrica foi formado com a construção de um paredão no canyon* do rio Sorocaba, localizado na Serra de São Francisco.... Continuar Lendo →

Amado e admirado, rio Sorocaba ainda sofre com a indiferença e o descaso

SANDRA NASCIMENTO - Hoje, a intenção é lançar luz a algo preocupante e deprimente. Trata-se das marcas notáveis de abandono à natureza que envolvem toda a comunidade da área geograficamente traçada pelo rio Sorocaba. Para exemplificar, pode-se evidenciar a quantidade razoável de lixo que é jogado no seu entorno, ou incêndios indevidos provocados por queima... Continuar Lendo →

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: