Terror trash no Cinema Brasil

CARLOS ARAÚJO (Blog Outro Olhar) - Antigamente você entrava no cinema para assistir a um filme de terror com todos os seus sentidos preparados para o pânico calculado e tão esperado. Hoje você começa o dia e a sensação é de que o filme de terror já está em andamento, você perdeu o início e desta vez não está preparado para os sustos da exibição. Não há como deletar ou ignorar a projeção da obra trash e todo mundo está ligado nela com a mesma paúra de quem assiste ao último lançamento de “O massacre da serra elétrica”.

Não era só um rolinho de canela, era Cinnabon

LUCY ROCHA (Blog Plural) - Ao longo dos anos em que trabalhei para uma empresa na Pensilvânia, viajava pelo mundo e, por um bom tempo, o lugar mais familiar para mim eram os aeroportos. Desses anos, ficaram recordações indeléveis que, na minha memória, estão marcadas pelo cheiro inconfundível dos Cinnabon rolls que tomava conta dos aeroportos americanos, dos quais eu decolava rumo ao mundão e nos quais aterrissava nas minhas voltas à casa.

Fora da Margem, Ano 2, Edição 42

FORA DA MARGEM - Clique acima na charge do cartunista Jota Camelo e dê uma espiadinha na seleção inédita e pra lá de divertida de charges, memes, frases e vídeos sobre os assuntos mais comentados e que foram destaque nesta semana na mídia e nas redes sociais. Boas risadas e e reflexões. E um ótimo final de semana.

Nesta quinta (28/5), dia mundial do hambúrguer, saiba quem criou e porque o maior ícone fast-food se gourmetizou e virou mania planetária

MARCO MERGUIZZO (Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Embora tenha virado sinônimo de comida norte-americana na cabeça de muita gente graças à globalização dos sanduíches padronizados feitos a jato pela rede do palhaço Ronald McDonald, a criação do hambúrguer, tão apreciado nos dias de hoje em todo lugar do planeta, é bem, bem antiga... Para ler este artigo na íntegra, clique no título ou na foto.

Rei Pelé: (quase) 80 anos

FREDERICO MORIARTY (Blog Pipocando La Pelota) - Quarta feira, 19 de novembro de 1969. Eu estava prestes a completar 2 anos de idade. O Jornal Nacional noticiava a segunda viagem do homem à Lua. Mas nada superava a ansiedade em assistir o jogo pelo Roberto Gomes Pedrosa, o Brasileirão dos anos 60. De um lado do Maracanã, o Vasco da Gama. Doutro, o imortal Santos Futebol Clube. Em campo, o sobrenatural rei do futebol...

Jornada II: Cenotáfio

LUIZ PIEROTTI - Sophia cuida do marido enfermo ao logo de toda uma noite Entre a solidão a tristeza e o medo, algumas lembranças das teorias existenciais do homem voltam à tona, ajudando a esposa a superar a situação e colocando-se como um enorme cenotáfio da sua história. Um grande monumento póstumo destinado ao que... Continuar Lendo →

Acima ↑