Na caneca de ágata, os clássicos quentão e vinho quente brindam os santos caipiras neste sábado, 29, ao fim do ciclo junino

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Neste sábado, 29 de junho, data em que se comemora o martírio dos santos festeiros Pedro - um dos doze discípulos que renegou Cristo por três vezes mas foi o escolhido para ser o chefe da Igreja e guardião das chaves dos portões celestiais - e Paulo, o apóstolo dos Gentios e cujo nome original era Saulo de Tarso, fecha-se enfim o ciclo dos festejos da tríade de santos juninos.

Rios e quintais

SANDRA NASCIMENTO - A propósito das várias ideias e questionamentos que o mês de junho trouxe para o ambiente humano no planeta, vamos finalizando esse período – que celebrou o Dia Mundial do Meio Ambiente em 5/6 – com uma pequena mensagem. Trata-se de um poema que nasceu a partir da lembrança de um sonho... Continuar Lendo →

Palavras Negras: o racismo na literatura brasileira

LUIZ PIEROTTI - Há algum tempo, falamos sobre a escritora Carolina Maria de Jesus, mulher negra, favelada, e muito importante para a história da literatura brasileira, assim como para a compreensão dos processos de marginalização que nos rodeiam. "Machado de Assis Real", projeto da Faculdade Zumbi dos Palmares Mas ela não foi a única, diversos... Continuar Lendo →

Os sete pecados capitais evocados por Jefferson Rueda, o chef-açougueiro do 39º melhor restaurante do mundo

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Após mais de duas décadas que durou o longo reinado culinário do paulista de São Bernardo do Campo, Alex Atala, além da entrada em cena da gaúcha de Porto Alegre, Helena Rizzo, dupla de craques da cozinha brazuca alçada ao estrelato planetário e que colocou o país no centro das atenções e no pelotão das melhores gastronomias do mundo, agora é a vez do riopardense Jefferson Rueda, de A Casa do Porco Bar, em São Paulo, pegar o bastão, o cetro, suas facas e cutelos e sentar-se merecidamente no trono.

Meu amigo arcebispo

JOÃO MAURÍCIO ROSA (BLOGUEIRO CONVIDADO) - Nunca fui de me gabar, mas desta vez não vou deixar passar batido. Eu tinha em meu rol de amigos um que era arcebispo de Porto Velho (RO). A notícia da morte no dia 17/06 de Dom Moacyr Grechi me deixou triste e frustrado, pois nesta quinta-feira, dia 27,... Continuar Lendo →

Ponte sobre o rio dos sonhos

RUBENS NOGUEIRA - Ah! Como é bom ler. Este burro velho, eterno aprendiz, tem a alma lavada diante do texto de Monica de Bolle (Revista Época, 12-11-18) (*). Ela cita Fernando Pessoa: “Da distância imprecisa, e, com sensíveis/ movimentos da esperança e da vontade,/ Buscar na linha fria do horizonte/ A árvore, a praia, a... Continuar Lendo →

A taça de sorvete

JOSÉ CARLOS FINEIS - Não me sinto culpado por ter sido uma criança difícil, por um motivo muito simples: não existe criança fácil. O que existe é criança mais ou menos difícil. Também não perco tempo pensando em que categoria – se mais ou menos difícil – eu poderia ter sido classificado. Acredito (e obviamente... Continuar Lendo →

A nova normalidade brasileira

GERALDO BONADIO - Como o império da moralidade foi plenamente restaurado em nosso país, a contar de 1º de janeiro, os brasileiros desfrutam hoje de uma normalidade totalmente nova. Exatamente pela sua novidade, ela, por vezes, surpreende velhos e empedernidos corruptos do PT, incapazes de entendê-la. O presidente da República viajou ao Japão, país em... Continuar Lendo →

Um olhar sobre nossas convicções

NILSON RIBEIRO - Por que eu tenho que estar certo? há algo de patético em todos nós. Por algum caminho absorvemos cultura, informação, conceitos. Depois, a partir disso, formamos nossas opiniões e convicções. E, depois, procuramos desesperadamente maneiras de sustentá-las. Sejam elas religiosas, políticas, comportamentais, sociais ou uma simples receita de espaguete. Quando estamos convictos... Continuar Lendo →

Quanto custa colocar amor no café?

LUCY DE MIGUEL - Quando li essa frase pela primeira vez no prefácio de um livro, percebi que ela continha uma riqueza enorme de significados, que tomei emprestada para usá-la em minhas palestras para empresários e líderes educacionais. Digo sempre que a frase não é minha, mas de Marco Kerkmeester, fundador de uma conhecida franquia... Continuar Lendo →

O mistério de 31 milhões de acessos

LÚCIA HELENA DE CAMARGO - Um casal comum cai por acaso em uma situação inusitada que envolve gente endinheirada, crimes e mistérios. Esse roteiro a gente já viu. Mas sempre é possível inventar variações sobre a mesma fórmula. Assim é “Mistério do Mediterrâneo”, que traz Jennifer Aniston e Adam Sandler como uma cabeleireira e um... Continuar Lendo →

No escurinho do cinema

RUBENS NOGUEIRA - Sorocaba teve, em priscas eras, salas de projeção de filmes, os chamados cinemas de rua, no centro da cidade e em pelo menos dois bairros: Vila Santana e no Além-Ponte. No bairro dos espanhóis, eram dois. Na Nogueira Padilha, era o cine Eldorado (cuja fachada ilustra este artigo), e numa transversal ali... Continuar Lendo →

Corpus Christi: como era feito o pão e o vinho há 2.000 anos, o seu simbolismo e o que é servido hoje no ritual da Eucaristia

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona)!- "Ele tomou o pão, deu graças e o deu a seus discípulos dizendo: ‘ -- Tomai e comei: este é o meu corpo que é dado por vós!’ A seguir, Ele tomou o cálice, deu graças novamente e o deu a seus discípulos dizendo: ‘ -- Tomai e bebei - este é o meu sangue. O sangue da nova e eterna aliança que é derramado por vós para o perdão dos pecados. Fazei isso em memória de mim.’

No vazio brotou uma nova vida

RITA BRAGATTO – Na semana passada, concluí o processo de reconhecimento da minha cidadania italiana. Comecei a pesquisa de certidões – do zero - há um ano. A única informação que eu tinha era que meus bisavós nasceram em Treviso, no norte da Itália. Mas não fazia ideia em qual das mais de cem comunes... Continuar Lendo →

Para brindar os 75 anos de Chico, as canções que lembram seu precioso legado artístico, o ativismo e, claro, a boa mesa

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome”. Embora a frase, antológica, seja do genial Caetano Veloso, ela expressa em boa medida a trajetória grandiosa de um outro gigante da MPB e da cultura nacional: a de Chico Buarque de Holanda, uma figura superlativa nos cenários musical, cultural e político brasileiros nas últimas cinco décadas, e que nesta quarta-feira, dia 19 de junho de 2019, completa 75 anos de vida.

Segunda-feira

PEDRO HENRIQUE NEGRÃO (FOTO) - O que é mais triste que um trem? Que parte quando deve partir, Que tem somente uma voz, Que tem somente um caminho. Nada é mais triste que um trem. Ou somente um burro de carga. Está preso entre duas barras, E nem pode olhar para o lado. Sua vida... Continuar Lendo →

Mãe Coragem – um texto necessário

JOSÉ SIMÕES - o teatro nesses tempos ruidosos e obscuros é absolutamente necessário. Isso porque é nele que nos encontramos, nos encantamos, nos vemos, nos entristecêssemos e enfrentamos a barbárie. Este tempo demanda que artistas e público retomem o mote: a arte contra a barbárie. É o momento que artistas, em sintonia com o mundo... Continuar Lendo →

Amor, guerra. E o vento.

LÚCIA HELENA DE CAMARGO - “E o Vento Levou” (Gone With The Wind, Estados Unidos, 1939), talvez o filme mais famoso de todos os tempos, traz uma história de amor arrebatadora e trágica. A efeméride do dia dos namorados nos levou a revisitar essa grande produção.   Vivian Leigh vive Scarlett O'Hara, moça que não... Continuar Lendo →

Urucum, o tempo e a vida real

NILSON RIBEIRO - Quer saber como viver plenamente a vida? Não precisa perguntar a algum guru da moda... Recentemente, me deparei com minha amiga Celi, cozinheira que nos ajuda por aqui, descascando e pilando algumas sementes de urucum, aquela bem vermelhinha, da qual se faz tinta e o colorau para dar vida às receitas. Sou... Continuar Lendo →

Originário do Vêneto, palco do romance de Romeu e Julieta, o Amarone é um caso de amor ao primeiro gole

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Ok, ok, amar e (re)apaixonar-se pela companheira ou companheiro deveria ser um sentimento cotidiano a ser reproduzido a cada pequeno gesto nosso, como algo sagrado, como bem o disse o escritor Nilson Ribeiro, autor do blog Um anjo passou por aqui, neste Coletivo, de olhar sempre sensível, em seu post O Sagrado na louça da pia. Bem como, claro, após inúmeras e inúmeras "DRs" (ou discutir a relação) com sua cara-metade.

Eu criei o “Tico” e acabei com a tristeza do meu filho

LUCY DE MIGUEL -- Não há dúvida de que a maternidade venha rodeada de incertezas, inseguranças, muitas noites mal dormidas (e quando “não-dormidas”), mas também nos desperta habilidades inimagináveis, exigindo toda a nossa criatividade e muito amor no coração. Acho que isso é o que chamam de "instinto materno". Posso dizer que tive incontáveis e... Continuar Lendo →

Ao lado da lareira, sob o edredom e um bom vinho, a fondue é pedida certa para estes dias gelados de outono com cara de inverno

MARCO MERGUIZZO (do Blog Aquele Sabor Que Me Emociona) - Sempre precisos, o Climatempo e o Sorocaba Plural, veículo comandado pelo incansável casal de multieditores Sandra Nascimento, do Rio Sorocaba Conta Histórias, e José Carlos Fineis, contista titular do Conversa de Armazém, além de timoneiro deste Coletivo e boulanger dos bons, já anteciparam: com previsão de os termômetros baterem nos 10ºC, o fim de semana em Sorocaba, assim como em São Roque, onde moro... (Clique na imagem para continuar lendo).

Começos

"Tudo o que é bom começa bem. O que começa mal só tende a piorar. Isso vale para sociedades, obras, parcerias, viagens, cursos, negócios em geral, relacionamentos amorosos e, é claro, governos, não importa o quanto gastem em publicidade." -- Conversa de Armazém

Von Martius em Sorocaba

RUBENS NOGUEIRA - Tinha nome nobilíssimo – Carl Frierich Philipp Von Martius. Foi do grupo de naturalistas que no início do século 19 estiveram no Brasil de Dom João VI. Um time de cobras: ele, Saint-Hilaire, Debret, Taunay, Rugendas, Grandjean de Montigny, Maria Graham, Johann Baptist Von Spix, entre outros. Não houve, entre eles, quem... Continuar Lendo →

O apocalipse está próximo!

LÚCIA HELENA DE CAMARGO – Bem vindo ao final dos tempos! Para assistir a esta série, é preciso ter se preparado para esse evento. Mas vamos ao começo. O anjo Aziraphale e o demônio Crowley convivem na Terra e se encontram ao longo dos séculos, participando de acontecimentos da história da humanidade. O objetivo é... Continuar Lendo →

Jessika Menkel – a dor de si e a dor dos outros

JOSÉ SIMÕES -  Hoje vou escrever acerca de um espetáculo carioca: o monólogo da  atriz sorocabana Jessika Menkel. Apesar de Sorocaba ser uma cidade de médio porte na comparação com as outras cidades brasileiras, no dia a dia muitos de nós gostamos de imaginar que ainda somos uma pequena cidade do interior, que conhecemos todas... Continuar Lendo →

“Bravo, Victorio!”

RITA BRAGATTO – Victorio é meu vizinho aqui na Itália. Um homem de 74 anos. Desde que cheguei, o via apenas em seu pequeno ritual: de manhã, quando o sol surgia, ele punha uma cadeira na rua e lá permanecia em silêncio por horas. Frequentemente, cochilava. Seu semblante era triste. Mas um dia o vi... Continuar Lendo →

O Sagrado na louça da pia

NILSON RIBEIRO - Um anjo passou por aqui e quero compartilhar o “insight”, o ensinamento que ele me deixou. "Insights" costumam significar um vislumbre da “verdade”, ou da “Graça”, como quiserem, e que amadurecem a maneira que vemos e vivemos a vida. Pois bem. Depois de um domingo cansativo, eu estava me preparando para ir... Continuar Lendo →

Crítica teatro – Gavetas do Corpo

JOSÉ SIMÕES -   Gavetas do Corpo, o novo espetáculo da Camarim Cia de Teatro, toma como ponto de partida a discussão do corpo e da corporeidade neste tempo e lugar. São as histórias/memórias do corpo particular,  privado e  vivido pelos artistas interpretes,  rememoradas, disfarçadas, reconfiguradas, inventadas e recusadas que estão postas em cena. Gavetas do... Continuar Lendo →

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑